Nomenclatura Botânica

Qualquer ser vivo tem um nome pelo qual é conhecido. Mas este nome não lhe é atribuído aleatoriamente, mas sim respeitando um conjunto de normas e regras existente para cada grupo. No caso da botânica este conjundo é conhecido por Código Internacional de Nomenclatura Botânica, ou simplesmente através da sigla ICBN. Esse código é responsável não por descrever, mas por determinar a nomenclatura de um táxon, cuidando para que não haja duplicidade nominal, e para com que seja aceito e reconhecido mundialmente. Uma curiosidade: plantas cultivadas recebem nomes de acordo com o Código Internacional de Plantas Cultivadas.

Mas esse código não é simplesmente inventado, existe uma base de princípios que sustenta as nomeações botânicas:

- A nomenclatura de plantas em nada tem a ver ou é dependente da nomenclatura animal (ou zoológica). Todos os grupos que no presente são entendidos como um “grupo vegetal” tem de obedecer ao ICBN, independente da sua origem. Ou seja, se um grupo anteriormente era visto como animal ou bacteriológico e agora se saber ser um vegetal, então passa a ser regido pelo ICBN.

- A nomenclatura de um determinado grupo é determinada pela prioridade de publicação.

- As normas da nomenclatura podem ser retroativas, apenas se tornando este fato uma exceção quando da própria regra do código.

- Os nomes científicos previstos no ICBN são designados como “nomes latinos” independentes de sua derivação.

Esses princípios acima listados são apenas alguns entre tantos outros, mas deles o mais importante é, sem dúvida, o Princípio da Prioridade. Esse princípio respeita e resguarda a prioridade botânica e a prioridade do autor (aquele que solicita primeiro a nomenclatura), basicamente. Cada espécime identificado tem  seu todo ou uma parte de si herborizada e registrada em algum herbário. Desta forma é possível consultar, seja porque motivo for, a qualquer momento a exsicata do vegetal em questão. E com a tecnologia disponível atualmente é possível que a maioria dos herbários tenham virtualizado as imagens de seus exemplares.

Esse código de nomenclatura não pode ser simplesmente alterado, tem que obedecer à algumas regras, como: só pode ser alterado em Congressos Internacionais de Botânica, desde que regidos pela International Association for Plant Taxonomy.

Leia também:

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Código_Internacional_de_Nomenclatura_Botânica
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Nomenclatura_botânica
http://www.scribd.com/doc/2972763/Biologia-Botanica-Nocoes-Basicas-de-Nomenclatura