Homonímia

Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância (UFF)
Graduação em Letras (Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira, FUNCESI)

A homonímia é a relação de igualdade que se estabelece entre palavras com sentidos diferentes. Por que igualdade? Porque elas apresentam a mesma escrita e/ou a mesma grafia. Essas palavras são chamadas de “homônimas”. Vamos estudá-las? Para tal, observe as palavras destacadas nestas frases:

A água da chuva empoçou as ruas esburacadas.

A diretora empossou o coordenador do setor hoje.

Os verbos “empoçou” e “empossou” têm significados diferentes. O primeiro quer dizer “formou poças”, ao passo que o segundo quer dizer “deu posse”. As referidas palavras são escritas de modo diferente, mas pronunciadas da mesma forma. Quando há uma relação de igualdade, há a sinonímia.

De acordo com Cegalla (2009), os homônimos dividem-se em três categorias: “homógrafos heterofônicos”, “homógrafos heterográficos” e “homófonos homográficos”. Que tal entendermos a diferença entre elas?

Homógrafos heterofônicos

Têm a mesma escrita e pronúncia diferente:

Eu acordo cedo todo dia. (ato de acordar)

Não chegamos a um acordo. (entendimento)

Não sei o motivo, mas ele sempre come com colher. (talher)

Com a escassez da chuva, vamos colher bem menos! (ato de colher)

Eu apelo para que você não vá brigar com eles! (ato de apelar)

O apelo da população não foi ouvido pelos políticos... (pedido de ajuda)

Eu jogo vôlei com as minhas colegas todo sábado. (ato de jogar)

O jogo de futebol foi suspenso, devido aos problemas do país. (competição)

Homógrafos heterográficos

Têm a mesma pronúncia e escrita diferente:

O jovem serrou a árvore que estava na calçada. (cortou com serra ou serrote)

Não queria fazer barulho, por isso cerrou a porta com cuidado. (fechou)

Hoje iremos a um concerto no Palácio das Artes! Que magnífico! (de música)

Disseram-me que ainda não terminaram o conserto do motor do meu carro. (reparo)

Pudemos notar que ele teve bom senso para conduzir o complicado caso. (juízo)

O censo apontou queda significativa da renda familiar no país. (contagem/recenseamento)

O contrato de cessão de direitos autorais foi assinado ontem. (ato de ceder)

As crianças sempre correm para a seção de doces no supermercado. (parte/setor)

Os professores organizaram uma sessão de cinema para os alunos. (espaço de tempo)

Homófonos homográficos

Têm a mesma pronúncia e escrita:

Aqueles rapazes são primos. (verbo “ser”)

Passou muito mal, mas agora está são. (sadio)

Ele sempre observa a pata na lagoa. (ave)

O cachorro está com a pata machucada. (pé)

Eu cedo a minha parte a você. (ato de ceder).

Amanhã, teremos de acordar mais cedo. (tempo)

Sentou-se no banco da praça para descansar. (assento)

Fui ao banco hoje no meu horário de almoço. (instituição financeira)

Para concluir:

A homonímia acontece quando há uma relação de igualdade entre palavras. Essa igualdade pode se manifestar na pronúncia e/ou escrita das palavras, que são denominadas “homônimas”. Quando esse fato linguístico se dá de modo perfeito, isto é, com a igualdade tanto na escrita quanto na pronúncia, os significados das palavras são identificados tendo em vista o contexto comunicativo.

Leia também:

Referência:

CEGALLA, Domingos Paschoal. Homônimos. In: ___ Novíssima gramática da língua portuguesa. 48.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008. p. 311-312.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro de Salles; FRANCO, Francisco Manoel de Mello. Pequeno dicionário Houaiss da língua portuguesa. 1ed. São Paulo: Moderna, 2015.

Arquivado em: Português