Classificação da Água para Fins Didáticos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

No dia a dia do aluno, surgem constantemente assuntos de natureza científica que estão, na maioria das vezes, desvinculados dos temas trabalhados em sala de aula pelo educador. Assim, este texto tem por objetivo, de uma forma simplificada e superficial, apresentar as diversas classificações da água que se poderia atribuir no contexto do educando, o qual pode ser utilizado na introdução deste assunto em sala de aula.

A) H2O potável: é aquela que está apta para o consumo humano, ou seja, passou por uma estação de tratamento. Diversas substâncias são utilizadas para tornar-se a água potável, entre elas os sulfato de alumínio para remoção por sedimentação de impurezas e o gás cloro, para degradação de bactérias e outros micro-organismos de potencial patogênico.

B) H2O fervida: quando uma amostra de água é levada ao aquecimento,o que pode ocorrer dentro de uma panela de alumínio, por exemplo, esta água atinge a temperatura próxima de 100ºC, e dessa forma, qualquer organismo patogênico presente nessa água irá ser degradado, a qual estará então apta para o consumo após o seu resfriamento. No entanto,todas as substâncias inorgânicas inicialmente encontradas na água continuarão na mesma, pois, por exemplo, o aumento de temperatura não é capaz de eliminar os sais presentes na água. Dessa forma, não é correto denominar esta água de água pura.

C) H2O da chuva: A água da chuva é naturalmente mais ácida do que as demais, pois esta possui o acido carbônico em sua composição, o qual é resultante na reação química entre o gás carbônico presente na atmosfera e a água liquida. A água da chuva é muito importante para a agricultura, pois não contém o gás cloro utilizado no tratamento da água, o que favorecer o desenvolvimento da maioria das plantas.

D) H2O mineral: é aquela obtida naturalmente de fontes minerais e engarrafada para o consumo humano.No caso da água mineral com gás, a industria injeta o gás carbônico na água liquida, a qual irá dissolver este gás sob pressão e mantê-lo quando engarrafada. A água mineral contém uma maior quantidade de sais minerais dissolvidos, o que a torna imprópria para o consumo como única fonte de água por períodos muito prolongados, a não ser sob orientação.

E) H2O destilada ou deionizada: É a única que pode ser chamada de água pura, obtida por meio de destiladores ou deionizadores, pois contém como única substancia H2O. É utilizada em laboratórios de química para pesquisas analíticas de natureza tanto qualitativa como quantitativa. É totalmente imprópria para o consumo humano, pois retém do organismo sais minerais importantes e os elimina através da urina.

Fontes:
FELTRE, Ricardo; Fundamentos da Química, vol. Único, Ed. Moderna, São Paulo/SP – 1990.

Arquivado em: Água, Compostos Químicos