Experimentos simples de química

Graduação em Química (Centro Universitário Franciscano, UNIFRA, 2014)

A experimentação é parte essencial no processo de construção de conhecimento científico pois é uma forma de visualizar a teoria estudada em sala de aula. Abaixo trazemos uma lista com alguns experimentos fáceis de realizar e que trarão muito aprendizado para as aulas. Esses experimentos utilizam medidas e reagentes fáceis e podem ser feitas inclusive sem ter um laboratório disponível.

Cromatografia de Caneta hidrocor

Este experimento é um aliado no estudo da separação de misturas como é o caso da cromatografia, além de ser bastante colorido e divertido.

Materiais necessários:

  • Tiras de um papel poroso (por exemplo de filtro de café);
  • Copos;
  • Álcool comum;
  • Canetas hidrocores;
  • Lápis

Procedimento: Coloque o álcool em um copo (na altura de 1 dedo no copo); Corte 2 tirinhas de papel e em cada um marque com o lápis (um pouco mais que a altura de 1 dedo) 3 pontos com canetas hidrocores de sua escolha. Coloque a tirinha de papel em pé dentro do copo de forma que a ponta fique umedecida pelo álcool e então aguarde. Você vai perceber que os pontos vão se mover verticalmente pelo papel e cada ponto vai formando um gradiente de cores, essas cores são as que compõe a cor da caneta de sua escolha. Por exemplo, geralmente no caso do laranja temos um gradiente com as cores vermelho e amarelo. Esse fenômeno ocorre porque o álcool é capaz de separar as cores de uma caneta devido a suas propriedades.

Pasta de dente de elefante

Este experimento serve para auxiliar no ensino de estudo das reações e cinética Química, pois ela demonstra o efeito do catalisador em uma reação química. É uma excelente opção para feiras de ciências por exemplo, por ser de grande impacto visual.

Materiais necessários:

  • ½ copo de peróxido de hidrogênio;
  • 1 colher de sopa de fermento químico ou 1 colher de chá de iodeto de potássio;
  • Água morna;
  • Béquer ou uma tigela;
  • Detergente;
  • Corante de sua escolha;
  • 2 provetas ou recipientes cilíndricos de plástico

Procedimento: Coloque os recipientes cilíndricos em uma bandeja para proteger a bancada do resíduo da reação. Coloque dentro do recipiente o peróxido de hidrogênio, lembrando que quanto mais concentrado ele for menor a quantidade que você precisa, no caso da água oxigenada 20 volumes podemos utilizar a medida de meio copo. Adicione o detergente e algumas gotas do corante de sua preferência. Em um béquer misture a água morna com o fermento químico e misture por 1 minuto. Após isso adicione à mistura ao restante e imediatamente uma espuma colorida vai se formar e subir pelo recipiente. Caso você utilize o iodeto pode adicioná-lo diretamente ao recipiente da reação. Essa é a reação de decomposição da água oxigenada que tem como um dos produtos o gás oxigênio. É uma reação exotérmica que ocorre de forma espontânea, mas numa velocidade menor, já neste caso usamos um catalisador (fermento ou iodeto de potássio) fazendo com que a mesma ocorra em poucos segundos.

Arquivado em: Química