Divisão Chrysophyta

Os organismos representantes da Divisão Chrysophyta são as algas douradas e diatomáceas. Podem ser encontrados em habitat marinho ou dulcícola, possuem cromatóforos pigmentados fotossintéticos com clorofilas a, b e c. São seres unicelulares, filamentosos (flagelos curtos ou longos), podem ser móveis ou sésseis, podem ou não formar colônias. Estes representantes fazem reserva de óleo, leucosina e volutina.

A reprodução destes organismos pode ser de dois tipos: assexuada e sexuada. No primeiro caso ocorre uma divisão simples que origina 3 tipos de esporos:  zoósporo, aplanósporo e enterósporo. Porém, quando a reprodução é sexuada, normalmente na maioria dos casos ocorre a isogamia (tipo mais primitivo de fecundação), o que não anula a possibilidade ocorrer anisogamia ou ainda oogamia (este seria mais difícil, mas não impossível). Em algumas situações, diferentemente do comum, pode aparecer um tipo específico de esporo: o cenozoósporo.

Esta divisão tem mais de 10.000 espécies, contempladas em uma classificação específica com três classes:

  • Classe Heterokonthae: subdivididos em 6 ordens e 21 famílias, os organismos desta classe apresentam cromatóforos com clorofilas a e b. São preferencialmente dulcícolas, mas também podem ser terrestres.
  • Classe Chrysophyceae: os organismos representantes desta classe estão subdivididos em 6 ordens e 25 famílias.
  • Classe Bacillariophyceae: entre os organismos que representam esta classe, estão incluídas as diatomáceas. Famosas algas unicelulares de vida livre, detentoras de clorofilas a e c.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Isogamia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chrysophyta
http://www.biologados.com.br/botanica/taxonomia_vegetal/divisao_chrysophyta.php

Arquivado em: Reino Protista