U-Boats - Submarinos Alemães

Os U-Boat ou U-Boot no original em alemão (uma abreviatura de Unterseeboot - ou embarcação submarina, em português) consistem em uma série de submarinos militares fabricados e operados pela Alemanha nas duas guerras mundiais (os submarinos austríacos utilizados na Primeira Guerra também eram denominados U-boats). Fora da Alemanha, em geral, o termo "U-boat" serve para diferenciar os submarinos alemães das duas guerras em relação a qualquer outro submarino de qualquer outro país. No entanto, em língua alemã, o termo é utilizado em relação a qualquer submarino.


O primeiro U-boat é de 1906 e teve seu desenho inspirado nos submarinos russos. Tanto na primeira como na segunda guerra, a Alemanha destacaria uma grande força de U-boats contra as potências ocidentais.

A principal diferença porém, é que na Primeira Guerra Mundial a Marinha da Alemanha tinha uma esquadra naval de superfície muito maior (encouraçados, destróieres, cruzadores) do que ocorreu na Segunda Guerra Mundial, onde os U-boats tiveram de arcar com a luta praticamente sozinhos, sendo o maior trunfo do país na luta em alto-mar. Para dar uma ideia da radical mudança de estratégia alemã nos dois conflitos, apenas 375 U-boats foram utilizados na primeira guerra, contra 1153 utilizados na segunda. Assim, é na segunda guerra que os submarinos alemães alcançarão destaque.

Auxiliados pela máquina codificadora Enigma, que transmitia informações sobre navios militares e cargueiros inimigos, os U-boats foram responsáveis por importantes vitórias da Alemanha nazista. A estratégia envolvendo os submarinos alemães era chamada de Alcateia de Lobos, na qual os submarinos alemães faziam um cerco aos comboios que trafegavam no Atlântico Norte. O investimento da Alemanha nazista nos U-boats visava o enfraquecimento do Reino Unido, sempre com sua poderosa marinha, que ainda à época não tinha equivalente nos mares. Fazia-se necessário, então, buscar uma alternativa para derrotar esta potência naval.

Apesar do conflito marítimo estar concentrado no Atlântico Norte, ocorre, em maio de 1942 o primeiro afundamento de um navio brasileiro em águas nacionais, após seis afundamentos em águas estrangeiras. Ao todo, de 1941 a 1944, 35 navios brasileiros foram atacados, 33 afundados, e com exceção de um, afundado por um ataque aéreo, os outros 32 são obra de ataques causados pelos infames U-boats alemães com o auxílio de submarinos italianos.

Em agosto o Brasil declarava guerra ao Eixo, após vigorosas manifestações populares pelo país afora e depois de quase 700 brasileiros mortos. Assim, os U-boats estão intimamente ligados à decisão do Brasil de participar da guerra e mandar tropas à Europa.

Bibliografia:
All U-boats of World War Two (em inglês). Disponível em. Acesso em: 03 abr. 2012.

GONÇALVES, Regina. A captura secreta. Disponível em. Acesso em: 03 abr. 2012.

NICOLAU, Frederico. U-boats no Brasil durante a 2ª Guerra Mundial. Disponível em. Acesso em: 03 abr. 2012.