Base IX – Acentuação Gráfica das Palavras Paroxítonas

Por Roberta Laisa Dantas de Sousa
Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa – Base IX – acentuação gráfica das palavras paroxítonas

1º) As palavras paroxítonas geralmente não são acentuadas.

2º) Dentro da regra geral tem as exceções, o uso do acento agudo.

1. Quando a sílaba tônica da paroxítona ocorrer nas vogais a, e, o e ainda i ou u e que terminam em –l, -n, -r, -x e-ps:

amável dócil Cármen cadáver ímpar bíceps almíscar
fórceps éden túnel ônix açúcar tórax hífen

2. As paroxítonas que apresentam à sílaba tônica as vogais a, e, o, i ou u e que terminam em –ã, -ão, -ei, -i, -um, -uns ou –us:

órfã sótão órfão jóquei amáveis fósseis beribéri
júri álbum fóruns íris húmus vírus lápis

3º) Não recebem acento gráfico os ditongos representados por ei e oi da sílaba tônica das palavras paroxítonas:

ideia assembleia boleia aldeia baleia cadeia Cheia
meia apoio paranoico dezoito proteico comboio alcaloide

4º) O uso do acento agudo é facultativo nas formas verbais do pretérito perfeito do indicativo para distinguir do presente do indicativo:

amámos ou amamos
louvámos ou louvamos

5º) O uso do acento circunflexo:

1. As palavras paroxítonas em que a sílaba tônica seja vogais fechadas com a grafia a, e, o e que terminam em –l, -n, -r ou –x:

cônsul, têxtil , cânon, plâncton, âmbar , câncer, bômbix

2. As palavras paroxítonas em que a sílaba tônica seja vogais fechadas com a grafia a, e, o e que terminam em –ão, -eis, -i ou –us:

bênção, côvão, zângão, devêreis, fôsseis, têxteis, ânus

3. As formas verbais têm e vêm, 3ª pessoa do plural do presente do indicativo de ter e vir, que são foneticamente paroxítonas, as antigas grafias preteridas, têem, vêem, a fim de se distinguirem de tem e vem, 3ª pessoa do singular do presente do indicativo ou 2ª pessoa do singular do imperativo; e também as correspondentes formas compostas:

Abstêm – abstém
Advêm – advém
Contêm – contém
Convêm – convém
Intervêm – intervém
Mantêm – mantém
Obtêm – obtém
Provêm – provém

6º) Assinalam-se com acento circunflexo:

1. Pôde (3ª pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo) com acento para distinguir do pode (3ª pessoa do singular do presente do indicativo) sem acento.

2. Dêmos (1ª pessoa do plural do presente do subjuntivo) com acento para distinguir demos (1ª pessoa do plural pretérito perfeito do indicativo) sem acento. É facultativo.

7º) Perde o acento circunflexo as formas verbais paroxítonas do tipo hiato com a terminação em 3ª pessoa do plural do presente do indicativo ou subjuntivo:

creem, deem, descreem , leem , preveem, redeem, veem

8º) Não se usa o acento circunflexo para a vogal tônica fechada com a grafia o em palavras paroxítonas:

enjoo , voo, povoo, perdoo, abençoo, coo, coroo,

9º) Não se acentuam as palavras paroxítonas que são homógrafas:

para, pela, pelo, pera, polo

10º) Não precisa de acento gráfico para distinguir paroxítonas homógrafas:

Acerto (ê) – substantivo à acerto (é) – flexão de acertar

Acordo (ô) – substantivo à acordo (ó) – flexão de acordar

Cerca (ê) – substantivo à cerca (ó) – flexão de cercar