Geografia da Argentina

A Argentina é o quarto maior país do continente Americano e o sétimo maior país do mundo. Está localizada na porção mais austral da América do Sul. Uma pequena parte da superfície argentina, no extremo sul, pertence ao continente antártico.

A Argentina faz fronteira com cinco países: Chile, Brasil, Paraguai, Bolívia, e Uruguai. Com o Chile têm sua fronteira mais extensa, ao longo de toda a Cordilheira dos Andes. Ao norte limita-se com a Bolívia e o Paraguai, a oeste com o Chile, a leste com o Oceano Atlântico e a nordeste com o Uruguai e o Brasil.

A geografia da Argentina é muito variada, tendo destaques as seguintes vegetações e climas:

Mesopotâmia: situada mais ao nordeste, a Mesopotâmia está situada entre os rios Paraná e Uruguai, na bacia hidrográfica formada pelos mesmos. A vegetação é de selva subtropical, sendo o clima também subtropical.

Pampa: Ocupa a região central e leste da Argentina, em torno de 25% do território do país. Os pampas são planícies férteis, cobertas por vegetação do tipo gramíneas, com o solo conhecido por ser o mais rico do mundo, o que torna a região muito produtiva. O clima nos pampas é temperado e úmido.

Patagônia: Planalto ao sul do país. A região é marcada pelas geleiras, por lagos e bosques compostos por uma vegetação com poucas árvores e arbustos. O clima é frio e úmido.

Cuyo: Região oeste, próxima aos Andes, onde as montanhas férteis são apropriadas para a cultura da uva e produção do vinho. É nessa região que está o ponto mais alto do hemisfério ocidental: o Pico Aconcágua, que tem 6960 metros de altitude. O clima na região do cuyo é temperado.

Nordeste: Região das planícies do Chaco argentino, região rica em madeira. A vegetação é composta por florestas e o clima é quente e úmido.

Noroeste: região montanhosa. Clima quente e desértico.

Os Rios Paraná, Uruguai e Paraguai são os maiores rios da Argentina. O sistema fluvial do Rio da Prata, o segundo maior sistema fluvial da América do Sul, é formado principalmente por esses rios. O sistema fluvial do Rio da Prata só perde para o sistema fluvial formado pelo Rio Amazonas e seus afluentes.

Arquivado em: Argentina, Geografia