Pinguim

Por Thais Pacievitch
Os pinguins são aves marinhas que não voam, pertencentes à ordem dos Sphenisciformes. Existem 18 espécies de pingüins, sendo que todas elas habitam no hemisfério sul. A grande maioria das espécies vive na Antártica, mas são encontradas também sempre ao sul de países como Austrália e da Nova Zelândia, e ao sul de continentes como a África e a América do Sul.

A maioria das espécies de pinguim tem o dorso e a cabeça negros e o peito branco. Seu bico é comprido e robusto, o que lhe favorece no momento da alimentação. Em cada uma das duas patas, o pingüim tem quatro dedos, sendo que três dos dedos possuem membranas que os une. Suas asas têm plumagem lisa, densa e bem gordurosa, tornando-as impermeáveis. Desempenham o papel de barbatanas, pois são atrofiadas. Todo o corpo do pingüim é protegido por uma camada de gordura espessa. Pesam geralmente entre 15 e 35 kg.

Em terra, os pinguins andam em posição extremamente ereta. Isso ocorre por que suas patas se encontram muito para trás, em relação ao seu corpo.
Essas aves não-voadoras são excepcionais nadadoras, podendo atingir uma velocidade de 40 km/h. Os pingüins passam a maior parte do tempo na água.
Ágeis caçadores, os pingüins se alimentam de moluscos, crustáceos, sépias, pequenos peixes e animais marinhos de pequeno porte.

Os casais de pinguins são fieis, sendo que só se separam quando não conseguem reproduzir. No período de reprodução, os pinguins procuram plataformas de gelo ou rochas onde possam depositar seus ovos. A postura é geralmete de um único ovo, raramente dois. O tipo de ninho varia de espécie para espécie. Algumas espécies preparam ninhos cavando pequenas fossas, outras constroem ninhos com pedras, e a ainda pinguins que depositam os ovos em cima das pregas da pele de seus pés. O período de incubação dura entre 5 e 6 semanas, e o macho costumam ajudar a fêmea nesse período, revezando no cuidado com o ovo, e tornando possível que ela vá em busca do próprio alimento.

Os filhotes não procuram alimentos sozinhos até que se desenvolvam. Por isso, são organizadas verdadeiras creches, onde os filhotes ficam agrupados e protegidos, enquanto a fêmea e macho se revezam na busca por alimentos. Somente quando ficam do mesmo tamanho dos pais, os filhotes perdem a penugem e ganham penas. Só então estão preparados para se aventurar no mar, em busca da própria comida.

Os pingüins são mansos, sendo que só demonstram alguma agressividade em relação aos homens quando esses se aproximarem do seu ninho ou do local onde estão os filhotes.
O tempo de vida dos pinguins varia de 30 a 35 anos.

Leia também: