Pedro Álvares Cabral

Por Fernando Rebouças
Pedro Álvares Cabral, navegante português que descobriu o Brasil, em 22 de abril de 1500, nasceu no ano de 1467 em Belmonte e faleceu em Santarém, no ano de 1520. Era de família nobre, filho de Fernão Cabral e D. Isabel de Gouveia.

Estudou ciências humanas e táticas armadas na corte de Afonso V. A corte de D. João II o nomeou fidalgo aos 16 anos. Casou-se com D.Isabel de Castro.

Desenvolveu grande habilidade de navegação e diplomacia, reconhecendo o seu, o rei D.Manuel o nomeou para comandar uma esquadra de 13 navios para às Índias.

Cabral partiu com sua esquadra no dia 8 de março de 1500. Em 14 de março, chegou às Ilhas Canárias e no dia 22 em Cabo Verde. Em 22 de abril, Cabral atingiu a costa brasileira.

A esquadra de Cabral partiu novamente em 2 de maio de 1500, em direção às Índias, chegando em Calecute em 15 de setembro, encontrando hostilidade do povo hindu. À força de armas, Cabral conseguiu chegar às cidades de Cochiu e Cananor.

Chegou em Lisboa no dia 21 de julho de 1501, com apenas seis das 13 embarcações iniciais. Teve, em 1502, sua segunda expedição entregue a Vasco da Gama, em vistude de atritos com D. Manuel. Viveu seus últimos dias em Santarém.