Monossacarídeo

Por Fabiana Santos Gonçalves
Os monossacarídeos são os carboidratos mais simples. Apresentam de 3 a 7 carbonos em sua estrutura, havendo uma proporção entre esses átomos e os átomos de hidrogênio, obedecendo uma fórmula geral, onde há um carbono para cada dois hidrogênios e um oxigênio: Cn(H2O)n. Se um monossacrídeo tiver 4 átomos de carbono, ele terá 8 átomos de hidrogênio e 4 átomos de oxigênio.

Os monossacarídeos recebem o sufixo –ose, precedida pelo numero de carbonos que contém em sua fórmula, então:

Nº carbonos Fórmula Nome
3 C3H6O3 Triose
4 C4H8O4 Tetrose
5 C5H10O5 Pentose
6 C6H12O6 Hexose
7 C7H14O7 heptose

As moléculas de monossacarídeos são cadeias carbônicas não ramificadas, com ligações simples entre os carbonos.

As tetroses e todos os outros monossacarídeos em solução aquosa ocorrem como estruturas cíclicas:

Monossacarídeos de importância biológica

Pentoses

Pentose Função
Ribose Participa da produção do ácido ribonucléico (RNA) atuando como matéria-prima.
Desoxirribose Participa da produção do ácido desoxirribonucléico (DNA) atuando como matéria-prima.

Hexoses

Hexose Função
Glicose É a principal fonte de energia para os seres vivos, mais usada na obtenção de energia. É fabricada pelos vegetais na fotossíntese e utilizada por todos os outros seres vivos na alimentação.
Frutose Possui função energética
Galactose Possui função energética. Participa da composição de dissacarídeos da lactose, junto com a glicose.

Fontes
Amabis, José Mariano. Biologia. Volume 1. Editora Moderna.
CÉSAR E SEZAR. Biologia. Volume 1. Editora Saraiva

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.