Outono

Por Ana Lucia Santana
Esta é a estação do ano mais associada à melancolia, à nostalgia, ao declínio da existência, pois suas características principais são as quedas das folhas das árvores, suas nuances amarelas e vermelhas, o tom cinza do céu, os frutos amadurecidos que, desta forma, pesam nos galhos e caem sobre a terra.

As folhas das árvores caem no outono. Foto: Sunny Forest / Shutterstock.com

As folhas das árvores caem no outono. Foto: Sunny Forest / Shutterstock.com

Poeticamente, portanto, marca as etapas de transformação da vida, a reciclagem dos elementos da Natureza e também das emoções humanas. Inicia-se neste momento uma fase de transição, que se completa no Inverno, quando todos sentem a tendência de hibernar. No Outono, então, as pessoas vão se tornando introspectivas, mais desejosas de se abrigar nos seus refúgios, inclinadas a buscar a meditação.

As noites retornam mais cedo, úmidas, frias, requerendo outros hábitos, a procura de alimentos mais quentes, ambientes mais calorosos, os banhos mais aquecidos e longos. Dormir transforma-se em um ritual, pois as pessoas se envolvem em agasalhos, mantas, cobertas abundantes.

Esta estação anual chega logo depois do Verão, preparando o Inverno. As temperaturas caem, a não ser nas áreas contíguas ao Equador. No Hemisfério Sul ele tem início quando o Sol toca o Equinócio - um dos dois instantes em que a órbita deste astro, sob o ponto de vista do Planeta Terra, atravessa a esfera do equador celeste, a linha da Terra incidida sobre o plano celeste -, no dia 21 de março, e se encerra em 20 de junho, quando se dá o solstício. Aqui se diz que há o ‘Outono Austral’.

No Hemisfério Norte, o Outono se inicia quando o Sol chega ao equinócio no dia 22 de setembro, e tem fim assim que ele atinge o solstício, no dia 20 de dezembro, cedendo lugar ao Inverno. Esta estação é aí conhecida como ‘Outono Boreal’.

O Outono – expressão de origem latina, autümnus ou autümum – é a época propícia para as colheitas. Ele detém propriedades tanto do Verão quanto do Inverno, por realizar entre ambos uma ponte transitória. Assim, nele encontramos a diminuição dos períodos de chuva, modificações repentinas no clima, névoas em alguns locais, entre outras.

No Brasil há várias frentes frias nesta estação, portanto as temperaturas são mais brandas, variando entre 12º a 18º C. Em 2008, o Outono teve início em 22 de setembro, exatamente às 15 horas e 44 minutos, em Portugal.