População do Iraque

Por Thais Pacievitch
A maioria da população iraquiana está concentrada na região sul do país. A baixa mesopotâmia é onde se situam três quartos do total do povo iraquiano, onde predomina a etnia árabe. Nas terras altas do norte são pouco povoadas e abrigam uma importante minoria curda (região do Curdistão). Os restantes são grupos minoritários como os turcomanos e armênios.

A religião é maioritariamente islâmica, 62% são xiitas, concentrados no sul do país. A maioria da elite política é sunita. Os curdos também compartem esta opção religiosa (os sunitas somam 35% da população) junto com sua religião tradicional. Existe, ainda, uma minoria cristã.

Xiitas e sunitas são grupos diferentes de pessoas que seguem o Islã. Os sunitas sustentam o fato das comunidades islâmicas serem lideradas por uma pessoa que siga o islamismo e dizem que o Suna (livro sobre o que fez e disse Maomé, junto com o Alcorão) são as fontes das verdades religiosas. Os xiitas dizem que só um descendente do profeta Maomé pode comandar as comunidades islâmicas, os xiitas acatam somente o Alcorão (livro sagrado do islamismo que guarda a palavra de Alá).

O árabe é a língua predominante. No Curdistão o curdo é o idioma oficial e o árabe é ensinado como segunda língua.

Segundo dados atuais, a população iraquiana soma 38.221.181 habitantes e estão distribuídos, de acordo com a faixa etária, da seguinte forma: 0 a 14 anos, 39,2% (5.613.420 homens e 5.438.770 mulheres); 15 a 64 anos, 57,9% (8.270.573 homens e 8.057.423 mulheres) e 65 anos ou mais 3% (396.751 homens e 444.244 mulheres). A taxa de crescimento da população iraniana é de 2,562. A densidade demográfica do Iraque é de 64 habitantes/km², embora varie muito de acordo com a região. A população urbana concentra 67% do total.

Para cada mil habitantes, a taxa de nascimento é de 30,77, a de mortalidade é de 5,14 e a taxa de mortalidade infantil é de 45,43 (51,06 para os homens e 39,53 para as mulheres). A expectativa total de vida no nascimento é de 69,62 anos (homens: 68,32 e mulheres: 70,99). A taxa de fertilidade é de 3,97 crianças por mulher. A taxa geral de alfabetização naquele país é de 74,1% (homens 84,1% e mulheres 64,2%).

A distribuição por sexo no nascimento é de 1,05 homens/mulher; menores de 15 anos - 1,03 homens/mulher; 15 a 64 anos - 1,03 homens/mulher; 65 anos ou mais - 0,89 homem/mulher. População total – 1,02 homens/mulher.