Extinção dos Dinossauros

Por Antonio Gasparetto Junior
A Extinção dos Dinossauros é um evento que intriga muito os cientistas, existem uma série de teorias sobre a realidade do fato, mas até o momento não se chegou a uma resposta definitiva.

Os dinossauros foram grandes animais que viveram na Terra durante a Era Mesozóica. Essas criaturas dominaram o planeta por aproximadamente 160 milhões de anos, foram os maiores animais já registrados na história. Próximo ao fim do período Cretáceo, algo aconteceu para eliminar esses animais do planeta, há cerca de 65 milhões de anos.

São várias as teorias que tentam explicar os motivos da Extinção dos Dinossauros. As especulações, atualmente, se dividem em dois grupos: teorias obsoletas e teorias plausíveis. As justificativas que integram o primeiro grupo foram formuladas em fase inicial dos estudos sobre os dinossauros e por causa de inconsistência ou imaturidades são tidas hoje como descartadas. Já as teorias plausíveis são as presentes nas pesquisas atuais, são mais maduras, entretanto ainda deixam lacunas na solução.

As teorias que se tornaram obsoletas realmente apresentam aspectos de pouca solidez. A teoria da Incompetência e Estupidez colocava em questão a incapacidade de evolução de tais animais pelo tamanho do cérebro, o que se sabe, não justifica a inteligência do animal. A teoria do Tédio Evolutivo argumentava que os dinossauros haviam atingido um grau máximo de evolução, não tendo mais em que desenvolver, foram extintos. Alguns cientistas acreditavam na hipótese da Catarata, sob a qual os animais teriam desenvolvido tal doença ocular por conta dos índices de raios ultravioleta, passando a morrer pela incapacidade de lidar com o ambiente. Outra doença que poderia ter extinguido os dinossauros seria a Desinteria, a qual teria levado os animais a uma progressiva extinção biológica. Para completar o hall de respostas baseado em doenças, haveria também o Câncer de Pele, causado pelos mesmos raios ultravioletas e impossíveis de se defender. Para completar, duas explicações mais extremas e infundadas aparecem. Uma diz respeito a uma Praga de Lagartas que teria dizimado a vegetação e assim acabado com os alimentos dos herbívoros e consequentemente dos carnívoros. Todas essas, contudo, foram descartadas.

Por outro lado, há explicações que são mais realistas e possíveis. A teoria do Vulcanismo acredita que os movimentos das placas tectônicas tenham causado uma extrema atividade dos Vulcões, impossibilitando a vida na Terra. Alguns acreditam que o Frio característico das fases de evolução do planeta tenha matado os animais de sangue frio e por continuidade os demais. A teoria da Decadência Gradual argumenta que os dinossauros não foram capazes de acompanhar as mudanças do planeta e foram se extinguindo gradualmente. Há também uma hipótese que sustenta a idéia de que Doenças, para as quais os animais não tinham defesa, surgiram e com o processo de migração dos dinossauros teriam sido espalhadas pelo mundo e infectado os demais. E a teoria menos aceita entre este grupo defende que animais Mamíferos se multiplicaram juntamente com seus hábitos de se alimentar de ovos de dinossauros, eliminando os animais aos poucos com sua alimentação.

Mas a teoria mais famosa e mais aceita sobre a extinção dos dinossauros é conhecida como Evento K-T. Os pesquisadores que defendem essa teoria acreditam que um meteoro colidiu com a Terra há aproximadamente 65 milhões de anos, o que é endossado por uma imensa cratera encontrada no Golfo do México com essa datação. O impacto da colisão teria aberto um buraco de cerca de 200 Km de diâmetro, causado alteração no eixo da Terra, estimulado a atividade de vulcões, gerado maremotos que teriam varrido toda a vida nas regiões litorâneas e exterminado milhares de animais nas regiões impactadas diretamente pelo meteoro.

Em consequência do choque, a Terra teria sido coberta por uma nuvem de poeira impedindo a passagem dos raios solares, assim as plantas ficaram incapazes de realizar a fotossíntese, os animais herbívoros morrido de fome pela falta de vegetação e os animais carnívoros sucumbido com a falta de alimentos também. O impacto do meteoro teria levado a uma reação em cadeia causadora da extinção dos dinossauros.