Condromalácia Patelar

Por Débora Carvalho Meldau
Condromalácia patelar significa amolecimento da cartilagem. Essa condição também é conhecida como síndrome da dor patelo-fermural ou joelho de corredor, e trata-se de patologia crônica degenerativa da cartilagem da articulação da superfície posterior da patela e dos côndilos femorais, gerando desconforto e dor em torno ou atrás da patela.

O termo condromalácia patelar descreve um joelho estruturalmente lesado, enquanto que síndrome da dor patelo-femural diz respeito aos estágios iniciais da patologia, período no qual o quadro ainda pode ser revertido. Todavia, alterações resultantes de reações inflamatórias internas da cartilagem geram uma destruição estrutural de tratamento mais complicado.

A exata causa da condromalácia patelar ainda não foi elucidada, mas existem hipóteses de que sua etiologia esteja relacionada com fatores anatômicos, histológicos e fisiológicos, que levam ao enfraquecimento e amolecimento da cartilagem. O fator mais comum é o traumatismo, tanto crônico (por fricção crônica entre a patela e o sulco patelar do fêmur), ou por um trauma único, como uma pancada, e também, pode ser resultante de uma lesão aguda da cartilagem femoropatelar, causando uma nutrição inadequada da estrutura em questão devido a fissuras produzidas.

Esta patologia é classificada em quatro níveis distintos, de acordo com Outebridge (1961):

  • Grau I: amolecimento da cartilagem e edemas.
  • Grau II: fragmentação da cartilagem ou rachaduras com diâmetro inferior a 1,3 cm de diâmetro.
  • Grau III: fragmentação ou rachaduras com diâmetro superior a 1,3 cm de diâmetro.
  • Grau IV: erosão ou perda total da cartilagem da articulação em questão, com exposição do osso subcondral.

O diagnóstico normalmente é obtido por meio de exames de imagem, como a ressonância magnética.

Com o objetivo de aliviar a dor, o paciente deve permanecer de repouso, pode ser feita a imobilizar da articulação acometida e antiinflamatórios não-esteróides podem ser utilizados. Exercícios fisioterápicos podem auxiliar, especialmente no fortalecimento do alguns músculos. A prática de esportes e qualquer outra atividade intensa devem ser suspensas até que a dor desapareça. Uso de salto alto também deve ser evitado. A cirurgia é indicada quando há desalinhamento patelar irreversíveis com a fisioterapia.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Condromalácia_patelar
http://www.wgate.com.br/conteudo/medicinaesaude/fisioterapia/reumato/condromalacia/condromalacia.htm
http://o2porminuto.uol.com.br/scripts/materia/materia_det.asp?idMateria=3184
http://fisioterapianaortopedia.blogspot.com/2009/12/condromalacia-patelar.html
http://www.saudeemmovimento.com.br/conteudos/conteudo_print.asp?cod_noticia=1148
Ilustração: http://www.revistapilates.com.br/2010/02/26/condromalacia-patelar-estabilizada-pelo-pilates-2/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.