Glossite Atrófica

A glossite atrófica, conhecida popularmente como “língua careca”, trata-se de uma inflamação aguda ou crônica que acomete a língua. Costuma caracterizar-se pela mudança da coloração da língua, descamação, ardor, espessamento ou atrofia das papilas gustativas.

As diversas causas de glossite atrófica incluem fatores locais ou sistêmicos como:

  • Deficiência de vitamina B12;
  • Anemia ferropriva;
  • Deficiência de tiamina (vitamina B1);
  • Deficiência de riboflavina (vitamina B2);
  • Pelagra;
  • Beribéri;
  • Ingestão de alimentos muito quentes ou picantes;
  • Uso de tabaco;
  • Má higiene bucal, resultando em infecção da língua;
  • Alcoolismo;
  • Alergia a alimentos, ao creme dental, ao enxaguante bucal ou a medicamentos;
  • Próteses orais;
  • Psoríase;
  • Desidratação;
  • Líquen plano;
  • Pênfigo;
  • Quimioterapia;
  • Eritema multiformae.

Clinicamente, a língua apresenta-se seca, com fissuras, tornando-se sensível à entrada de qualquer alimento na cavidade oral. Desta fora, os pacientes diminuem a ingestão de líquidos e alimentos. Além disso, todos os alimentos ficam, na percepção do paciente, com o mesmo gosto.

O tratamento visa resolver ou remover o fator que levou à glossite atrófica. Existem medicamentos, tanto alopáticos quando homeopáticos que auxiliam no alívio dos sintomas causados por esta desordem. Além disso, mudança de hábitos de vida, como cortar o consumo de bebidas alcoólicas e o uso do tabaco, também ajudam a controlar o transtorno.

Fontes:
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0365-05962012000100010&script=sci_abstract&tlng=pt
http://it.wikipedia.org/wiki/Glossite

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças