Efeitos da Nicotina e Alcatrão

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Inalar fumaça, de qualquer natureza, não é nem um pouco saudável ao organismo, pois esta pode apresentar substâncias que agridem fortemente o sistema respiratório. Entretanto, quando se fala da fumaça produzida por um cigarro, os riscos são ainda maiores. Na fumaça de um cigarro então presentes centenas de substâncias com potencial danoso ao organismo humano, destacando-se duas dentre elas: a nicotina e o alcatrão.

Molécula de Nicotina

Molécula de Nicotina

A molécula de nicotina apresenta a função amina como predominante. Essa molécula atua no organismo estimulando o sistema nervoso, alterando assim a pressão sanguínea e o ritmo cardíaco. Para quem não é fumante, pode-se apresentar vômito ou outras consequências ao se ingerir apenas 4 mg de nicotina. Para os fumantes, as dosagens necessárias para ocorrência do mesmo efeito são maiores, devido à resistência individual. Sabe-se que na fumaça de um único cigarro podem estar presentes até 6 mg dessa substância, e o fumante pode absorver até 0,2 mg por cigarro fumado.

“A nicotina age de duas maneiras distintas: tem um efeito estimulante e, após algumas tragadas profundas, tem efeito tranquilizante, bloqueando o stress. Seu uso causa dependência psíquica e física, provocando sensações desconfortáveis na abstinência. Em doses excessivas, é extremamente tóxica: provoca náusea, dor de cabeça, vômitos, convulsão, paralisia e até a morte. A dose letal (LD50) é de apenas 50 mg/kg”1.

O alcatrão, também encontrado nos cigarros, não se trata de uma substância como a nicotina, mas de uma mistura de substâncias, na qual predominam compostos de natureza aromática (apresentam anéis de benzeno). Dentre esses compostos, os hidrocarbonetos que apresentam anéis aromáticos condensados possuem efeito carcinogênico. Essa mistura, denominada alcatrão, é também encontrada no carvão mineral, sendo de muita utilidade para a indústria. Dessa forma, o câncer é uma enfermidade também comumente encontrada entre os trabalhadores de minas de extração de carvão.

”O alcatrão produzido em Coquerias é uma mistura de compostos orgânicos extremamente complexos, onde existem principalmente, hidrocarbonetos aromáticos, variando desde substâncias como os óleos leves e piches. O alcatrão é comercializado para empresas que realizam seu fracionamento. Temos também a produção da Borra do Alcatrão, que seria uma mistura de partículas de carvão e alcatrão que é inserida novamente no processo”2.

A tabela3 abaixo apresenta valores referentes ao aumento das chances de câncer devido ao fumo:

Localização do Câncer

Aumento do risco

Pulmão 20 vezes ou mais
Boca e lábios 4 vezes
Laringe 20 a 30 vezes
Esôfago 2 a 9 vezes
Rim e bexiga 2 a 10 vezes
Pâncreas 2 a 5 vezes

Com referência ao câncer de pâncreas, sabe-se que o consumo de álcool ainda potencializa suas chances de ocorrência.

Referências:
1. http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/artigos/nicotina.html
2. http://www.cst.com.br/produtos/co_produtos/catalogo_produtos/coqueria
3. MADDER, S.; Biology. 6. Ed. Nova York: WCB/McGraw-Hill, 1998.
MAHAN, Bruce M.; MYERS, Rollie J.; Química: um curso universitário, Ed. Edgard Blucher LTDA, São Paulo/SP – 2002.

Arquivado em: Drogas