Estanho

Por Júlio César Lima Lira
O Estanho, metal conhecido desde os primórdios das civilizações, é um elemento químico (antes, um semimetal) da família 4A, mesma do Carbono. É sólido, muito resistente à corrosão, inerte ao oxigênio em condições ambiente e apresenta coloração branco-metálica com brilho característico. Seu símbolo químico é Sn.

Como todos os metais, é maleável; porém, pouco dúctil – é difícil ser disposto em forma de tubos maciços. Sua massa atômica ponderada vale 118,7u, e número atômico igual a 50 (elétrons e prótons). Possui estados de oxidação +2 e +4 como os mais comuns, é bom condutor de eletricidade e de calor – um fato interessante deste metal é que a uma temperatura de 3,72K (-269,43°C) se transforma num supercondutor.

O Estanho é bastante resistente a meios corrosivos naturais (como o ar ambiente ou a água do mar), mas pode ser atacado quando exposto a ácidos fortes, sais não-metálicos (sais ácidos) e bases fortes.

É o melhor dos metais para ser fundido, pois sua temperatura de fusão é relativamente baixa em comparação aos outros: 232°C. E, a aparência esbranquiçada brilhante só é obtida quando o Estanho está a uma temperatura maior que 13°C.

Ocorrência e Abundância

Cassiterita

O Estanho é produzido por 35 países ao redor do mundo em mais de 200.000 toneladas por ano, mas é relativamente escasso: sua concentração na crosta terrestre é de 2 ppm.

Os maiores produtores são a Malásia, Indonésia e Tailândia (os dois últimos correspondem a mais de um terço da produção mundial). Entretanto, a China, Nigéria república do Congo e Bolívia (maior produtor da América do Sul) também se destacam.

O Estanho obtido é, em quase sua totalidade, originária do minério cassiterita (SnO2) através da redução por Carbono, segundo a equação:

SnO2 + 2C -> 2CO + Sn

Para que o monóxido de carbono produzido seja eliminado pode-se oxidá-lo a dióxido de Carbono (menos nocivo ao meio ambiente e aos seres humanos).

Aplicações do Estanho

  • Galvanoplastia;
  • Componente de ligas metálicas;
  • Solda macia (Estanho e Chumbo);
  • Sais para fabricação de espelhos, papel, remédio e fungicidas;
  • Fabricação de molas;
  • Produção de lâminas finas para acondicionamento de vários produtos (como chocolate e maços de cigarros);
  • Artigos decorativos.

Fontes:
http://nautilus.fis.uc.pt/st2.5/scenes-p/elem/e05000.html
http://www.tabela.oxigenio.com/outros_metais/elemento_quimico_estanho.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Estanho