Clima de Altitude

Por Caroline Faria
A altitude é um fator determinante para a caracterização do clima de uma região, tanto quanto a latitude. Tanto é que o fator altitude pode condicionar o clima de uma determinada região de tal forma que chega a praticamente anular o perfil da zona climática na qual a localidade está inserida. Por este, e outros motivos é bastante difícil uma classificar as zonas que apresentam clima de altitude.

Alguns fatores da altitude que interferem no clima são: maior insolação conforme aumenta a altitude, queda da temperatura, maior taxa de precipitação, menor pressão atmosférica e mais ventos (dependendo do relevo do local).

O fator da insolação aumenta conforme a altitude porque o ar fica mais limpo e seco e, também, menos denso, o que permite que os raios solares, principalmente os de menor comprimento de onda (como os raios UV), incidam com maior intensidade. Mas, ao contrário do que pode parecer, isso não chega a aumentar a temperatura porque a menor densidade do ar e menor pressão, fazem com que os raios solares escapem rapidamente para a atmosfera. Ou seja, a atmosfera menos densa não consegue segurar o calor, fazendo com que a temperatura caia. Por isso, quanto mais alto, mais frio (a cada 100m a temperatura cai cerca de 0,6ºC). Esse fator faz também com que a amplitude térmica anual seja pequena, porém a amplitude térmica diurna (a diferença da temperatura do dia para a noite) é bastante significativa.

A precipitação é outro fator influenciado pela altitude. Quando uma massa de ar se aproxima de uma montanha (ou conjunto de montanhas) ela é obrigada a subir atingindo temperaturas mais baixas, o que ocasiona a precipitação. Mas à partir de determinada altura, quando a umidade do ar cai drasticamente, o efeito é o inverso e as chuvas são mais raras.

O posicionamento do local (cidade, vilarejo...) com relação ao vento também é importante para determinar a umidade e a taxa de precipitação. Locais que ficam na direção do vento costumam ser mais úmidos, enquanto os que ficam protegidos do vento (do outro lado da montanha) costumam ser mais secos.

Um exemplo de como o clima de altitude pode afetar uma região é o caso de Cherrapunji (Índia) que, por causa de ficar localizada em uma região montanhosa bem de frente para as monções marítimas recebe uma taxa de precipitação anual em torno de 11.400mm.