Cordilheira

Segundo a definição encontrada no Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, cordilheira significa vasta cadeia de montanhas, produzida pelo orogenismo. Outra definição encontrada para a palavra é: conjunto de serras com disposição paralela.

Presentes em diversos lugares do mundo, as cordilheiras são formadas por grandes sistemas reunidos de montanhas. Esses agrupamentos ocorrem devido à junção de 2 placas tectônicas que, geralmente, apresentam cadeias de montanhas secundárias ou ramos. Entre as cordilheiras mais conhecidas em escala global estão a dos Alpes (Europa), Rochosas (América do Norte), dos Andes (América do Sul) e do Himalaia (Ásia).

O clima de certas áreas geográficas é altamente influenciado pelas montanhas que possue. Um exemplo disso são as precipitações de neve e de chuvas, que são causadas por cordilheiras. Este fenômeno ocorre da seguinte forma: quando uma grande corrente de vento vai na direção do mar, o vento com maior umidade desloca-se para cima e se resfria, formando o que é chamado de precipitação orográfica. Assim, a parte em que o ar encontra-se mais seco locomove-se para o lado do sotavento, que é o lado oposto ao qual o vento é soprado.

As cordilheiras também costumam afetar na temperatura, que é mais fria nas partes mais altas do relevo. Na altitude, além de haver quantidades menores de oxigênio, existe uma vegetação que é típica de locais altos, caracterizada por plantas rasteiras, arbustos baixos, além da presença de animais campestres.

Pela falta de oxigênio causada nas grandes altitudes, como a encontrada nas cidades localizadas na Cordilheira dos Andes, é comum que o povo masque folhas de coca com o propósito de suplantar a falta de oxigênio encontrada na região. Um exemplo de cidade onde esse hábito é bastante comum é La Paz, na Bolívia.

Na geologia, além das cordilheiras, existem as chamadas cordilheiras secundárias. Estas são um grupo de pequenas cordilheiras que formam uma principal, considerada sua mãe. A organização destes conjuntos de montanhas se dá em um sistema de topologia em árvore, que classifica as diversas ramificações de acordo com a sua complexidade.

Os Montes Apalaches ilustram bem essa organização, pois são pais de cordilheiras secundárias como a Cordilheira Blue e as Montanhas Brancas. Porém, as próprias Montanhas Brancas também possuem filhos como a Presidential Range e a Sandwich Range. Desta forma, essa classificação pode ser aplicada sucessivamente.

Entre as principais cordilheiras do mundo, destacam-se: Cordilheira do Atlas, Drakensberg, Hoggar (África), Cordilheira dos Andes, Apalaches, Montanhas Rochosas, Serra da Mantiqueira, Serra do Mar (América), Altai, Alpes japoneses, Montanhas de Akaishi, Montanhas de Hida (Ásia), entre outras.

Fontes:
http://pt.shvoong.com/books/dictionary/2182847-forma%C3%A7%C3%A3o-das-cadeias-montanhosas-panorama/
http://houaiss.uol.com.br/busca.jhtm?verbete=orogenismo+&stype=k
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_cordilheiras
http://www.infopedia.pt/$cadeias-montanhosas-intracontinentais

Arquivado em: Geologia