Montes Apalaches

Licenciada em Geografia (UFG, 2003)

Os Montes Apalaches são um conjunto de montanhas (cordilheira) localizada na porção leste da América do Norte, possui extensão aproximada de 2.400 km, com altitude média de 1000 metros, a largura varia entre 160 a 480 quilômetros. Seu ponto de maior altitude é o Monte Mitchell, com 2037 metros, localizado no estado da Carolina do Norte.

Origem do nome "Apalaches"

No início do século XVI, o território que hoje pertence aos Estados Unidos foi explorado por europeus em expedição. Nesse período, exploradores espanhóis encontraram uma aldeia nativa americana no atual estado da Flórida, cujo nome transcreveram como Apalchen ou Apalachen. O nome da tribo foi também utilizado para batizar os montes, que estas tribos habitavam.

Os Apalaches estão localizados nos Estados Unidos, do estado do Alabama, até o seu ponto mais a nordeste, no estado do Maine (Península de Gaspé) - que faz fronteira com o Canadá e; no Canadá: está presente na porção oriental da província de Quebec até a província de Terra Nova e Labrador, no ponto mais à leste do território canadense.

Montes Apalaches. Foto: Paulbalegend / via Wikimedia Commons / CC-BY-SA 3.0

Formação e estrutura geológica

O Apalaches é a mais antiga formação do relevo norte-americano, e uma das mais antigas do nosso planeta. Sua estrutura é constituída pelo que, geologicamente se classifica, como dobramentos antigos. Sua formação teve início na Era Paleozoica, quando os continentes ainda não haviam se separado e as terras que hoje conhecemos, estavam unidas no supercontinente Pangeia, entre 480 e 450 milhões de anos atrás.

Por ser uma estrutura tão antiga, teve seu relevo esculpido por agentes externos como o intemperismo e a erosão ocasionada pela ação dos ventos e das chuvas.

Clima

Devido a sua significativa extensão, na direção norte-sul, as condições climáticas nesta porção do relevo norte-americano apresentam grandes variações de acordo com a latitude em que se encontram. Vejamos:

No Canadá e na porção norte dos EUA, as condições se assemelham às do Ártico, com baixas temperaturas durante todo o ano, neve permanente no topo das montes e pluviosidade reduzida.

Na porção mais ao sul dos Apalaches – em território estadunidense, as temperaturas são mais amenas e prevalece um clima temperado/úmido, influenciado pela proximidade com o litoral. As chuvas ocorrem com mais intensidade e frequência que no norte.

Vegetação

A cobertura vegetal e ecossistema predominante é o bosque temperado, mas há também montanhas tomadas pelo gelo, sem ocorrência de árvores. Por ser uma região rica em minério de ferro e carvão, a atividade extrativa é intensa, o que acarreta uma série de questões ambientais, como a redução das áreas de conservação e preservação dos ecossistemas, o que impacta diretamente sobre o equilíbrio da fauna e flora local.

Economia e turismo

As grandes empresas metalúrgicas e siderúrgicas dos Estados Unidos utilizam os minérios extraídos dos Apalaches como matéria prima para a produção de bens manufaturados. Esta atividade está na origem cadeia produtiva da indústria estadunidense. Ao longo da cordilheira também há importantes propriedades rurais que se dedicam a culturas como algodão, tabaco e frutas, além da pecuária.

Em razão da rica diversidade de paisagens e ecossistemas, além da localização próxima ao litoral, a região dos Apalaches é explorada pela atividade turística em diversos pontos da cordilheira. As montanhas atraem amantes de atividades ao ar livre, e suas belas paisagens encantam os adeptos das longas caminhadas e trilhas.

Fontes:
http://www.geoenciclopedia.com/montes-apalaches/
http://www.wikiwand.com/en/Appalachian_Mountains
https://www.britannica.com/place/Appalachian-Mountains/Geology
http://www.sonoma.edu/users/w/wallsd/on-the-naming-of-appalachia.shtml

Arquivado em: América