História do Piauí

Por Thais Pacievitch
Antes da colonização do Brasil, a região onde atualmente está situado o estado do Piauí, era povoada por índios de diferentes tribos. Há a estimativa de que na época da colonização, existiam cerca de 150 tribos no território do Piauí. O extermínio dos índios é o grande obstáculo para que se possa afirmar com precisão quais eram essas tribos. Sabe-se que na região, existiam índios Tremembés, Pimenteiras, Gueguês, Gamelas, Jenipapos, Guaranis, Cabuçus, Muipuras, Aitatus e Amoipirás, entre as demais tribos que foram dizimadas.

Apesar das inúmeras expedições terem sido enviadas com o objetivo de ocupar a região, somente na segunda metade do século XVII a colonização foi efetivada. Em 1961, instalaram-se na região e formaram o primeiro povoado os colonos que vieram da Bahia e do interior de São Paulo (Bandeirantes). O primeiro povoado logo foi elevado à categoria de vila, com o nome de Mocha, quando se transformou em cidade, a vila Mocha passou a ter o nome de Oeiras. Outras levas de colonos vieram do Maranhão e do Ceará, com o objetivo de desenvolver a atividade pecuária na região, o que resultou no rápido desbravamento do território.

Merece destaque a história do sesmeiro Capitão Domingos Afonso Mafrese – Domingos Sertão. Ainda no século XVII, o capitão fundou trinta fazendas de pecuária, tornando-se o fazendeiro que mais prosperou na região. Deixou suas fazendas, após sua morte, para os padres da Companhia de Jesus, que desenvolveram ainda mais esse patrimônio, contribuindo significativamente para o desenvolvimento de toda a região nordeste, abastecido pela sua produção, em meados do século XVIII. Após a expulsão dos jesuítas do Brasil, as fazendas entraram em declínio.

O Piauí tornou-se uma capitania em 1811, quando já tinha mais de dez vilas e centenas de fazendas de gado. A luta pela independência durou até 1823. Outros movimentos que agitaram o Piauí foi a Balaiada, insurreição de cunho popular e social iniciado no Maranhão, e a Confederação do Equador.

A partir de 1852, Teresina passou a ser a capital do estado, substituindo a cidade de Oeiras. Após a proclamação da republica, a política da região se estabilizou. No entanto, o desenvolvimento socioeconômico do estado é lento, em comparação com os estados vizinhos.

Referências:

PIAUÍ. Governo do estado do Piauí. Disponível em: http://www.pi.gov.br/piaui.php?id=1

HISTÓRIA DO PIAUÍ. Disponível em: http://www.brasilturbo.com.br/piaui/historia.htm