Entomologia

Graduada em Ciências Biológicas (UNESP, 2001)
Mestre em Agronomia (UNESP, 2005)
Especialização em Gestão Ambiental (Anhanguera, 2010)

Entomologia (do grego entomon=inseto; logia de logos = estudo) é a área de conhecimento da biologia que estuda os insetos e sua relação com o homem, às plantas e outros animais. A Entomologia está relacionada a diferentes áreas de conhecimento como a ecologia, a fisiologia, a genética, a taxonomia e também toxicologia, entre outras.

Qual a importância?

Por meio desse estudo, podemos conhecer a morfologia e fisiologia dos insetos, utilizá-los de diversas formas:

  • No vestuário, com o bicho da seda;
  • Na alimentação com mel e subprodutos, também com fabricação de corantes (em algumas culturas a alimentação com os próprios insetos como gafanhotos e larvas de besouros é muito comum);
  • Prevenção de doenças e fortalecimento do sistema imunológico com o mel e própolis;
  • Para procedimentos estéticos como a cera de abelha utilizada na depilação.

Algumas áreas da entomologia

  • Entomologia Agrícola – Estuda os insetos de interesse agrícola, tanto os insetos praga como os seus inimigos naturais. Como exemplo as lagartas que atacam o algodoeiro e os parasitoides que atacam as lagartas. Com esse conhecimento pode-se aplicar o Controle Biológico de pragas, diminuindo a utilização de agroquímicos beneficiando o ambiente com menor contaminação do solo e da água, além de produzir alimentos sem resíduos de agrotóxicos.
  • Entomologia  Forense – Estuda a biologia dos insetos, suas fases de vida e a partir desse conhecimento quando uma pessoa morre e nela são encontrados insetos, pode-se estimar a data da morte e auxiliar em investigações criminais.Segundo Romanna et al. (2012), pode-se utilizar os conhecimentos sobre a entomofauna presente no corpo e no local após a morte para identificar o corpo, descobrir a causa da morte, descobrir se o corpo foi movimentado, determinar o intervalo pós-morte. Além disso, a autora cita trabalhos em que a entomologia forense é capaz de descobrir o uso de drogas e toxinas, pois afetam o desenvolvimento dos insetos.
  • Entomologia Médica – Os insetos estabelecem relacionamento com os seres humanos sendo que, muitos podem ser considerados parasitas e o homem seu hospedeiro. Assim, a entomologia médica se preocupa em conhecer o ciclo de vida dos insetos como agentes etiológicos e vetores de doenças. Como exemplo, podemos citar a escabiose, causada pelo piolho que suga o sangue humano, geralmente na cabeça; a dengue (transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti) a conhecida doença de Chagas transmitida pelo inseto Triatoma infestans, chamado de barbeiro ou chupança.

Referências consultadas:

MARCONDES, C.B. - Entomologia médica e veterinária. 2ª edição. São Paulo, Editora Atheneu, 2011. 526 p.

ROMANA, A.; NIVEA, Y; CARVALHO, R.; REIS, B.; RIBEIRO, D. e PIRES, A. A importância da Entomologia forense nas investigações criminais. Palmas, VII CONNEPI, 2012.

Arquivado em: Insetos