Escritores de Distopias

distopia, também conhecida como antiutopia, é um conceito filosófico adotado por vários autores e expresso em suas criações ficcionais, nas quais eles retratam uma sociedade construída no sentido oposto ao da utopia, que por sua vez prevê um sistema perfeito, um estado ideal, onde vigora a máxima felicidade e a total concórdia entre seus cidadãos. A literatura distópica também pode representar um regime utópico que na prática destoa da teoria. As comunidades regidas pela distopia normalmente apresentam governos totalitários, ditatoriais, os quais exercem um poder tirânico e um domínio ilimitado sobre o grupo social. Nestes estados impera a corrupção e as regras instituídas em nome do bem-estar coletivo revelam-se elásticas. As conquistas tecnológicas são utilizadas também como instrumentos de monitoramento dos indivíduos, da Nação ou de grupos empresariais. É o que se vê, por exemplo, no livro de George Orwell, ‘1984’. Geralmente as histórias se passam em tempos que ainda estão por vir, mas já prestes a chegar, como no ‘cyberpunk’, um subgênero da ficção científica.

Autores e Obras de Distopias

  • Suzanne Collins: Série As Crônicas do Subterrâneo: Gregor, o Guerreiro da Superfície; Gregor e a Segunda Profecia; Trilogia Jogos Vorazes: Jogos Vorazes; Em Chamas; A Esperança.
  • James Patterson: Série Bruxos e Bruxas: Bruxos e Bruxas; The Gift; The Fire; The Kiss.
  • Veronica Roth: Trilogia Divergente: Divergente; Insurgente; Allegiant.
  • George Orwell: 1984; A Revolução dos Bichos; Coming Up for Air.
  • Aldous Huxley: Admirável Mundo Novo; Cromo Amarelo; Ronda Grotesca; Sem Olhos em Gaza; Céu e Inferno; Despertar do Mundo Novo; A Ilha.
  • Anthony Burgess: Laranja Mecânica; Sementes Malditas; Enderby por Dentro; Poderes Terrenos.
  • Philip K. Dick: A Máquina de Governar; Marionetes Cósmicas; O Homem do Castelo Alto; O Caçador de Andróides; O Homem Duplo; Minority Report; Identidade Perdida - O Homem que Virou Ninguém.
  • Ray Bradbury: Fahrenheit 451; Ahmed and the Oblivion Machines; Death is a Lonely Business; I Sing the Body Electric!
  • Scott Westerfeld: Série Feios: Feios; Perfeitos; Especiais; Extras.
  • Lauren Oliver: Série Delirium: Delírio; Pandemônio; Requiem.
  • Veronica Rossi: Trilogia Sob o Céu e o Nunca: Never Sky: Sob o Céu do Nunca; Through The Ever Night; Into The Still Blue.
  • Tahereh Mafi: Série Estilhaça-me: Estilhaça-me; Liberta-me; Destrua-me.
  • Ally Condie: Série Destino: Destino; Travessia; Conquista.
  • Lissa Price: Série Starters: Starters; Enders.
  • Julianna Baggot: Série Puros: Puros; Fuse; Burn.
  • Andy Marino: Unison – A Rede Social do Futuro.

 

Fontes:
http://dicalivros.blogspot.com.br/2013/06/ja-conhece-serie-bruxos-e-bruxas-james.html
http://obviousmag.org/archives/2011/01/a_literatura_da_distopia.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Distopia
http://umpoucomaisdelivros.blogspot.com.br/2012/06/serie-feios-scott-westerfeld.html
http://www.sobrelivros.com.br/info-delirio-lauren-oliver/
http://www.livroseblablabla.com/2013/04/never-sky-sob-o-ceu-do-nunca-veronica.html
http://www.forumdelivros.com/2013/06/veronica-rossi-trilogia-sob-o-ceu-e-o.html
http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2013/04/conheca-trilogia-estilhaca-me-de.html
http://www.skoob.com.br/autor/4678-allyson-condie
http://en.wikipedia.org/wiki/Starters_(novel)
http://www.sobrelivros.com.br/info-puros-julianna-baggott/
http://www.skoob.com.br/livro/250111-unison

Arquivado em: Literatura