Escritores do Realismo

Por Ana Lucia Santana
Com o Realismo o Brasil entrou em um novo patamar literário; este movimento principiou legalmente em 1881 com o lançamento de Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. Ele teve fim em meados de 1890 quando se iniciou o Parnasianismo. Esta escola introduziu em nosso país o poder de observação do escritor. Ele passou a criar procurando a autenticidade, algo que transcende o simples ofício de entreter os leitores. Machado de Assis é até hoje visto como o maior ícone da literatura nacional e do Realismo. O autor consagrou em sua obra um exame da esfera psicológica e universalista; fixou, assim, a autonomia literária do Brasil. Nesta época a nação brasileira alimenta o ideário liberal, e uma concepção republicana e mais moderna do país. Porém, contraditoriamente é obrigado a coexistir com uma oligarquia agrária, latifúndios e coronéis.

Autores e Obras do Realismo

Fontes:
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/3595747
http://pt.wikipedia.org/wiki/Realismo_no_Brasil