Romance de aprendizagem

O termo alemão para designar o romance de aprendizagem, ou de formação, é Bildungsroman. Sua característica principal é apresentar um personagem principal em jornada, da infância à maturidade, em busca de crescimento espiritual, político, social, psicológico, físico ou moral. A primeira obra considerada “de aprendizagem” é Anos de Aprendizado de Wilhelm Meister (Wilhelm Meisters Lehrjahre), do escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe.

Neste livro, é apresentado o jovem Wilhelm, filho de comerciantes ricos, que parte em jornada ao lado de uma companhia de artistas. Ao longo do percurso o rapaz começa a perceber que não quer ser um artista, mas levar uma vida simples, ter esposa e filhos. Então ele é apresentado para a Sociedade da Torre, um grupo secreto que coloca agentes ao redor das pessoas para alterar o curso de suas vidas e mudar suas decisões.

Após conhecer a sociedade, Wilhelm é liberado, pois já estaria preparado para tomar suas próprias decisões. Então passa a vida a se dedicar ao filho que teve um de seus primeiros amores. Neste momento, reencontra uma antiga namorada, que também faz parte da Sociedade da Torre. Os dois resolvem se casar, mas uma dúvida é deixada pelo escritor: essa seria apenas mais uma artimanha da entidade secreta para controlar o rapaz?

De acordo com Karl Morgenstern, que cunhou o termo Bildungsroman, a obra de romance de aprendizagem “poderá ser chamada de Bildungsroman, sobretudo devido a seu conteúdo, porque ela representa  a formação do protagonista  em seu início e trajetória em direção a um grau determinado de perfectibilidade [...]. Como obra de tendência mais geral e mais abrangente da  bela formação do homem,  sobressai-se [...] Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister, de Goethe, obra duplamente significativa para nós, alemães, pois aqui o poeta nos oferece, no protagonista e nas cenas e paisagens, vida alemã, maneira de pensar alemã, assim como costumes de nossa época”.

As características do romance de aprendizagem foram utilizadas por escritores de diversas escolas literárias em épocas diferentes. Entre os principais exemplos, podem ser citados: Great Expectations (Charles Dickens), Martin Eden (Jack London), This Side of Paradise (F. Scott Fitzgerald), A Portrait of the Artist as a Young Man (James Joyce), The Catcher in the Rye (J.D. Salinger), Goodbye, Columbus (Philip Roth), The Outsiders (S.E. Hinton) e The Harry Potter series (J. K. Rowling).

Fontes:
http://migre.me/e93ne
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bildungsroman
http://www.fflch.usp.br/dlm/alemao/pandaemoniumgermanicum/site/images/pdf/ed2005/Para_uma_interpretao.pdf

Arquivado em: Gêneros Literários