Hipoclorito de Sódio

Por Mayara Cardoso
Também conhecido como água sanitária ou água de javelle, o hipoclorito de sódio é um composto químico de fórmula NaClO, encontrado normalmente sob a forma líquida, de cor levemente amarela-esverdeada, odor picante, solúvel em água, não-inflamável, fotossensível (decompõe-se quando em contato direto com a luz), corrosivo a metais, de fácil oxidação e decomposição, libera gases tóxicos quando em contato com ácidos, obtido a partir da reação do cloro com uma solução diluída de hidróxido de sódio (soda cáustica).

O hipoclorito de sódio tem propriedades germicidas e, por isso, é amplamente utilizado no tratamento e purificação da água, na desinfecção de legumes, verduras e frutas, na produção de desinfetantes industriais, no tratamento de piscinas para desinfecção da água, na composição de pesticidas convencionais e como agente de esterilização nas indústrias de bebidas como cerveja, vinho e refrigerantes à base de cola. É muito indicado para esterilização de ambientes domésticos como banheiros e cozinhas (partes domésticas mais propícias à proliferação de germes). Outra característica importante do hipoclorito de sódio é a ação alvejante, sendo, portanto, bastante útil no clareamento de tecidos, pisos e azulejos brancos e na indústria do papel. Também pode ser utilizado em tratamentos dentários como solução irrigante (utilidade ainda pouco difundida no Brasil, e que por isso, faz com que muitos dentistas façam uso da água sanitária).

Por ser um forte oxidante, deve ser ministrado com cuidado, uma vez que, os produtos da sua oxidação são corrosivos e podem ocasionar queimaduras na pele e nos olhos, principalmente quando em altas concentrações. A reação de hipoclorito de sódio com compostos orgânicos é violenta e dá origem a substâncias tóxicas e até cancerígenas. Misturas de hipoclorito com urina, por exemplo, devem ser evitadas, pois areação desse composto com a amônia dá origem à cloramina, substância tóxica ao organismo.

Acidentes envolvendo hipoclorito de sódio podem trazer efeitos nocivos à saúde. Se inalado, pode causar irritações no aparelho respiratório, provocando tosse e dispneia. Se ingerido, provoca vômitos sanguinolentos, náuseas e diarreias, ulcerações no esôfago e estômago, além disso, altas concentrações de sódio no corpo podem levar à desidratação. O contato com pele e olhos causa irritação, que perduram por mais de 24 horas. Nesses casos, o mais correto a fazer é procurar orientação médica imediatamente.

Em linhas gerais, o uso do hipoclorito de sódio é bastante vantajoso, pois tem baixo custo, baixo teor de toxidez, age rapidamente, é fácil de ser preparado e ministrado, age contra uma gama de microrganismos (incluindo esporos) e não deixa resíduos tóxicos.

Referências:
http://www.cih.com.br/desinfetantes.htm#l13
http://www.atanor.com.ar/por/negocios_domesticos/quimicos/productos/hipoclorito_de_sodio.php
http://www.carbocloro.com.br/produtos/hipo/hipo1.htm#a
http://www.fazfacil.com.br/materiais/cloro.html