Dinossauros

Por Antonio Gasparetto Junior
Os Dinossauros foram grandes animais que dominaram a Terra durante a Era Mesozóica.

A palavra Dinossauro tem origem grega e significa “terrível réptil”, a denominação biológica do grupo Dinosauria foi feita pelo paleontólogo e anatomista inglês Richard Owen, em 1842. Nesse grupo, Owen incluiu os animais recém descobertos que identificou como bastante diferenciados dos répteis conhecidos. Os dinossauros se incluem numa superordem de um grupo de arcossauros do final do período Triássicoe que foram dominantes durante a era Mesozóica. Porém suas características eram distintas de outros arcossauros por possuírem posição diferente dos membros em relação ao corpo e o encaixe aberto do fêmur.

Os dinossauros viveram na Terra do início do Jurássico(há 225 milhões de anos) até o final do Cretáceo(há 65 milhões de anos), período inserido na era Mesozóica. A divergência dos arcossauros aconteceu por volta de 230 milhões de anos atrás, no período Triássico, quando a extinção Permo-Triássica eliminou aproximadamente 95% da vida existente na Terra. A evolução dos dinossauros rapidamente determinou as características do novo grupo, na fase em que povoaram a Terra eram os maiores animais existentes. Os saurópodes, um dos grupos de dinossauros, por exemplo, representavam os maiores animais que viveram no planeta até então.

A superordem Dinossauria divide-se em outras duas ordens que tem como diferencial, entre outras características anatômicas, a estrutura da pélvis.  Mas a taxonomia deste grupo ainda é discutida entre os cientistas. Por sua vez, os dinossauros eram divididos em seis grupos: Terópodes, maiores predadores da Terra; Saurópodes, como citado anteriormente, os maiores animais que já existiram no planeta; Ceratopsídeos, com adornos na cabeça; Estegossauros, com placas nas costas; Anquilossauros, com “blindagem” e "porrete" na cauda; e Ornitópodes, chamados de dinossauros-bico-de-pato.

O Eoraptor, primeiro gênero de dinossauro conhecido, apresenta pelos fósseis datação de 235 milhões de anos. É considerado pelos paleontólogos como o antepassado comum de todos os dinossauros, o que leva a crer que os primeiros dinossauros foram pequenos predadores bípedes. Já a espécie mais antiga que se tem notícia é brasileira, foi descoberta pelo paleontólogo Sérgio Furtado Cabreira, no Rio Grande do Sul, e recebeu o nome provisório de ULBRA PVT016, por causa da equipe de pesquisadores de Cachoeira do Sul também chamada Ulbra.

Há mais de dez teorias que tentam explicar a extinção dos dinossauros, a mais aceita é a que aborda o Evento K-T. Segundo este, no fim do período Cretáceo, há aproximadamente 65 milhões de anos, um asteróide se chocou com a Terra fazendo subir uma poeira suficiente para barrar a passagem da luz solar. O fato gerou uma reação em cadeia, as plantas, que necessitavam fazer fotossíntese, morreram, os dinossauros herbívoros ficaram sem ter o que comer e em seguida os dinossauros carnívoros também ficaram sem alimentos. Assim os dinossauros se extinguiram, sobrando apenas a linhagem que já tinha dado origem aos primeiros pássaros.

Leia também: