Cerebelo

Do latim, pequeno cérebro, o cerebelo é responsável pela coordenação das atividades dos músculos esqueléticos, do tato, visão e audição, em nível inconsciente, a partir de informações recebidas. Indivíduos com lesão no cerebelo exibem fraqueza e perda do tônus muscular, assim como movimentos descoordenados.

Suas atividades estão relacionadas com o equilíbrio e postura corporal. O cerebelo trabalha em conexão com o córtex cerebral e o tronco encefálico.

Anatomia

O cerebelo possui dois hemisférios cerebelares, unidos por uma faixa estreita, chamada verme. A superfície do cerebelo é toda composta por fissuras transversas e curvas, com aspecto laminado. As mais profundas dividem órgãos em lóbulos.

Possui cerca de 150 gramas no indivíduo adulto, sendo responsável por 10% do volume total do encéfalo e contém cerca da metade dos neurônios do cérebro.

Internamente, o cerebelo é preenchido pela substância branca, que forma um miolo central, formado por fibras próprias, fibras de projeção e axônios mielínicos das células de Purkinje.

Superficialmente, o córtex cerebelar é coberto pela substância cinzenta, formando as fissuras. O córtex cerebelar é dividido em camada molecular e camada granular.

Células de Purkinje

São neurônios altamente diferenciados, presentes apenas no cerebelo.

Função

O cerebelo recebe impulsos sensitivos de articulações, músculos, tendões, olhos, órgãos de equilíbrio, sendo assim responsável pelos reflexos e pelos movimentos, atuando também no tônus muscular.

Recentes pesquisas demonstraram que o cerebelo pode ter funções em diversas outras atividades, como memória de curta duração, emoções, atenção, controle de atos impulsivos, etc.

Patologias

Lesões cerebelares podem levar principalmente a prejuízos motores. Essas lesões são chamadas de ataxia. Ataxia pode ser provocada pelo alcoolismo, apresentando sintomas como descoordenação motora e da fala e perda de equilíbrio. Outros sintomas são:

- Redução do tônus muscular
- Tremores no final dos movimentos
- Dificuldade em realizar movimentos rápidos e precisos.

Fontes
Spencer, Alexander P. Anatomia Humana básica. – São Paulo: Manole, 1991.
Gray´s Anatomy. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A., 1979

Arquivado em: Anatomia