Neoexpressionismo

Graduada em Artes-Dança (Unicamp, 2018)

Ouça este artigo:

O Neoexpressionismo teve sua origem na década de 1980 na Alemanha, lá também ficou conhecido como Neue Wild (Novos Selvagens). O movimento não se restringiu apenas ao território alemão e logo se espalhou para outros países europeus chegando, até mesmo, nos Estados Unidos. Lá ficaram conhecidos como Bad Painting (Pintura Ruim).

Ele teve forte influência do movimento artístico pós moderno conhecido como Transvanguarda. Essa tendência surgiu na Itália e tinha como fundamento o retorno de uma pintura com o uso de cores vivas e fortes.

O Neoexpressionismo vem como uma resposta contrária a Arte Moderna, enquanto essa privilegiava a simplicidade e o design artístico, o Neoexpressionismo valorizava aspectos da cultura, da memória e das emoções, redescobrindo o prazer pela pintura.

Características

Ao retomar a tendência expressionista, os artistas desse período, independente do país de origem, tinham alguns princípios em suas obras:

  • Redescoberta da pintura como um meio de expressão artística;
  • Valorização da emoção humana, da individualidade, da memória e da cultura;
  • Variedade de discursos nas obras com um diálogo entre a tradição e a cultura de massa;
  • Uso de diferentes materiais na composição das obras: palha, linhas, ferro, louça quebrada, fotografias, desenhos, entre outros;
  • Retorno da pintura figurativa em grande dimensão, porém ainda com alguns traços abstratos;
  • Pouca preocupação com padrões de beleza estética;
  • Agilidade na execução da obra;
  • Uso de cores fortes e agressivas;
  • Defesa de uma arte transcendental e universal que enfatiza minorias sexuais e étnicas;

Georg Baselitz

Hans-Georg Kern, mais conhecido como Georg Baselitz, é um artista neoexpressionista alemão considerado um dos percussores do movimento artístico em seu país. Suas obras sofreram forte influência das memórias da Segunda Guerra Mundial além da marca deixada pelo nazismo na Alemanha. Dessa forma, o grotesco e a violência também compunham o acervo do artista.

O pintor retomou a representação da figura humana que até então havia sido esquecida pelos artistas modernos. Além disso, tinha um vasto repertório de símbolos e cores em suas obras. Sua marca registrada era a estratégia de inversão, ou seja, a pintura de figuras de cabeça para baixo.

Algumas obras famosas do artista são: Palhaço (1981), Último Jantar em Dresden (1983), Adler (1977), entre outras.

"Último Jantar em Dresden" (Nachtessen in Dresden), Georg Baselitz (1983)

Anselm Kiefer

Anselm Kiefer é outro artista neoexpressionista alemão. Sua principal característica está na relação entre arte e literatura, pintura e escultura. Ademais, suas obras abordam eventos históricos importantes como a Segunda Guerra Mundial e o nazismo alemão. Além disso, também traz como temática a integração do sagrado com o profano, do místico com o material e da memória com a atualidade.

Kiefer também trabalha com o diálogo de técnicas e materiais ao criar telas de grande dimensão envolvendo a palha, o chumbo, as tintas, o vidro, tecidos e os diversos elementos da natureza.

Destaca-se as seguintes obras do artista: Margarethe (1981), Sülamith (1983), Canção de Wayland (1982), entre outras.

Margarethe, de Anselm Kiefer (1981)

Julian Schnabel

Julian Schnabel é um artista norte americano responsável pelo pioneirismo do Neoexpressionismo nos Estados Unidos. Suas constantes viagens para a Europa influenciaram em seu estilo de criar arte. Trabalha não somente com a pintura, mas também com a escultura e com o cinema.

Dentro do movimento neoexpressionista ficou conhecido por trabalhar com elementos da cultura popular e da tradicional misturando não somente materiais como também técnicas. Pedaços de louça quebrada, pasta de dente e tinta a óleo são alguns exemplos.

Ademais, defendia abertamente a apropriação e ressignificação de outras obras de arte em detrimento da originalidade do artista. Em contrapartida, conectava o abstracionismo com a figuração de um modo único e marcante, como uma assinatura artística.

Algumas obras relevantes do artista: Divan (1979), St. Francis in Ecstasy (1980), Owl (1980), entre outras.

Referências bibliográficas:

GAGOSIAN. Gagosian, 2021. Artists: Anselm Kiefer. Disponível em: <https://gagosian.com/artists/anselm-kiefer/>. Acesso em: 05, dezembro 2021.

GAGOSIAN. Gagosian, 2021. Artists: Georg Baselitz. Disponível em: <https://gagosian.com/artists/georg-baselitz/>. Acesso em: 05, dezembro 2021.

SCHNABEL. J. Julian Schnabel, 2021. About: Summary and Bio. Disponível em: <https://www.julianschnabel.com/about>. Acesso em: 05, dezembro 2021.