Águia Americana

A águia americana (Haliaetus leucocephalus) é uma ave pertencente à família Accipitridae e à ordem falconiforme. Este belo animal habita a América do Norte e esta distribuída entre o Alaska e o norte do México. Os exemplares que vivem na costa não têm o hábito de se deslocarem por longas distâncias. Os que fazem ninhos dentro do continente (Alaska e Canadá) migram para passar o inverno em regiões localizadas mais ao sul. O governo estadunidense adotou esta águia como símbolo nacional.

O comprimento da águia americana é de 94 cm e a envergadura de suas asas chega a 2,30 m. Este animal é maior na medida em que se avança para o norte, para as regiões mais frias. As fêmeas são maiores do que os machos e podem chegar a pesar 6,3 kg. Seu bico (assim como o do falcão e de outras aves de rapina) tem formato curvo e é utilizado para despedaçar suas presas. Sua visão é estereoscópica e oito vezes mais acurada que a visão humana. Suas garras possuem longas unhas que são bastante afiadas. Esta ave pode alcançar, quando mergulha, velocidade próxima dos 100 km/h.

É conhecida a história de uma águia que, em cativeiro, viveu 48 anos, estima-se que viva menos na natureza (algo próximo dos 35 anos).

Esta ave tem sido ameaçada pela caça indiscriminada e pela ação de pesticidas no meio ambiente e, dessa forma, esteve muito próxima da extinção, no final do século passado. O que sobrou foi uma pequena população no estado da Flórida e outra, um pouco mais numerosa, no Alaska. Nas últimas três décadas, devido aos intensos cuidados por parte das autoridades norte-americanas, já é possível observar a águia em várias partes daquele continente.

Estima-se que o casal de águias permanece junto a vida toda, fazem seus ninhos sobre as árvores ou em penhascos altos e escarpados. O ninho é construído com galhos e, em seu interior, é depositado material suave (grama). A fêmea normalmente põe 3 ovos brancos ou de cor azulada. A incubação dura de 30 a 45 dias e é efetuada pelos pais. Os filhotes abandonam o ninho entre 70 e 96 dias, depois dos pais lhes negarem alimentos. A plumagem dos filhotes é castanha e só adquirem as penas brancas, que ocupam o rabo o pescoço e a cabeça, quando se tornam adultos, aos quatro anos e meio.

A alimentação das águias americanas é constituída de peixes grandes como o salmão, aves e mamíferos (coelhos e roedores, por exemplo) e é complementada com répteis, invertebrados e carne em decomposição.

Arquivado em: Aves