Papa Telésforo

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Telésforo foi o oitavo papa da história da Igreja Católica.

papa telesforoNascido em ano desconhecido, Telésforo era proveniente de Terranova da Sibari. Viveu em um período chamado de cristianismo primitivo, próximo da época em que Jesus Cristo pregou sua palavra. Era um momento de muita dificuldade para os cristãos porque eram perseguidos pelos imperadores romanos, que professavam o paganismo. Muitos dos líderes cristãos foram martirizados em função da opressão.

Telésforo se tornou papa no ano 125 para ser sucessor de Sisto I. Apesar das dificuldades vividas pelos cristãos naquela época, seu papado foi de relativa paz porque os imperadores Adriano e Antonino não publicaram éditos de perseguição aos cristãos, algo muito comum naquele período. No entanto, a paz não foi completa porque os cristãos tiveram desentendimentos com outros grupos religiosos e comunidades que não seguiam a fé cristã.

Não se conhecem muitas informações sobre o Papa Telésforo porque as fontes daquele período foram, em grande parte, perdidas em função de conflitos e desastres. O que se sabe mesmo é acerca dos dados gerais que são conhecidos sobre o momento. Por exemplo, os pagãos viviam fazendo acusações aos cristãos e tentando se apropriar de seus bens. Muitos cristãos dessa fase foram atirados aos leões para servirem de alimento. No que diz respeito especificamente ao papado de Telésforo, são creditados a ele alguns ritos tradicionais da Igreja Católica, porém sem precisão, pois alguns pesquisadores contestam esses fatos.

O Papa Telésforo teria supostamente instituído as comemorações natalinas para celebrar a vinda de Jesus Cristo à Terra, ainda que esse ritual tenha se tornado oficial apenas no ano 440. Hoje sabe-se, contudo, que a data do Natal foi estrategicamente escolhida para ofuscar uma das datas comemorativas dos pagãos em dezembro e que ela não representa a data que seria mais precisa do nascimento de Jesus Cristo. Alguns argumentam também que foi o Papa Telésforo que instituiu a celebração da missa do Galo, estabeleceu a Páscoa aos domingos e a Quaresma como o período de sete semanas precedentes. Todavia há argumentos suficientes para questionar essas atribuições.

Apesar de um papado em relativa paz com os imperadores, o período de 11 anos de Telésforo como líder da Igreja Católica terminou de modo trágico, como era comum na época. Fontes da época indicam que o Papa Telésfore morreu martirizado no ano 136. Ele foi sepultado junto ao túmulo de São Pedro, considerado o primeiro papa. Foi santificado mais tarde e é venerado na Igreja Católica Apostólica Romana e na Igreja Ortodoxa Grega. Seu sucessor foi o Papa Higino.

Fontes:
DUFFY, Eamon. Santos e Pecadores: história dos Papas. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Petrópolis: Editora Vozes.
THOMAS, P. C. A Compact History of the Popes. St Paulos BYB, 2007.

Arquivado em: Biografias