Geração

Mestre em Ecologia e Evolução (Unifesp, 2015)
Graduada em Ciências Biológicas (Unifesp, 2013)

Em biologia, o termo “geração” pode ter diversos significados. Um deles se refere à transição entre progenitores e a prole, sendo uma geração definida como todos os indivíduos que estão no mesmo estágio de descendência de um ancestral comum: mãe e filhas representam duas gerações. Geração pode se referir ainda ao conjunto de indivíduos nascidos e que vivem contemporaneamente ― o que é uma definição muito utilizada em contextos sociais. Pode também aludir, de maneira mais simples e direta, à reprodução ou procriação. Neste texto iremos tratar geração do ponto de vista populacional.

Numa linhagem populacional, o período médio entre duas gerações consecutivas é chamado tempo de geração e este tempo é variável entre diferentes espécies. Em humanos, por exemplo, o tempo de geração é longo, de em média 30 anos (por muitos anos se considerou 20-25 anos, o que especialistas hoje consideram curto demais). Por outro lado, vírus e bactérias, assim como outros organismos patogênicos, em geral possuem tempos de geração muito mais curtos, às vezes de poucos minutos.

Como as informações genéticas são passadas de geração a geração, organismos com tempos de geração curtos são bons modelos para estudos de genética. As ervilhas usadas por Mendel em seus experimentos são um exemplo. Devido ao seu curto período de geração, Mendel pode cruzá-las por diversas vezes, acompanhar seu desenvolvimento e analisar suas características, o que o levou a descoberta de duas leis de hereditariedade. Nestes cruzamentos, os progenitores puros são denominados geração parental (P) e as gerações subsequentes, geração F (filial), sendo os descendentes diretos da geração parental a primeira geração filial (F1), que por sua vez produz a geração segunda geração filial (F2) e assim por diante. Outro organismo-modelo em estudos genéticos devido ao curto tempo de geração (cerca de 10 dias da fecundação do ovo ao estágio adulto) são as moscas-da-fruta (Drosophila melanogaster).

Referências:

Alan Beedle et al. Principles of Evolutionary Medicine. Second Edition. Oxford. 2016

Generation. Your Dictionary. Acesso em: 10/2018.

Klug, W et al. Conceitos de genética. 9ª Edição. Artmed. 2009.

Reece, Jane B. et al. Biologia de Campbell. 10ª Edição. Artmed. 2015

Tremblay, M & Vézina, H. New estimates of intergenerational time intervals for the calculation of age and origins of mutations. Am J Hum Genet. 2000.

Arquivado em: Biologia