Star Wars (Guerra nas Estrelas)

Star Wars é a obra-prima cinematográfica do diretor e roteirista George Lucas, definida por ele como uma Space Opera, espécie de ficção científica que destaca os romances, as paisagens excêntricas e os seres fictícios heróicos. Composta de seis partes, divididas em duas trilogias, esta criação desencadeou uma onda de merchandising nunca antes presenciada no universo cinematográfico, que inclui jogos eletrônicos, animações, diversas conversões para a esfera literária, sem falar nos demais produtos comercializados em todo o mundo.

Lucas construiu um verdadeiro império a partir desta produção, e se deu conta do potencial que tinha em mãos ao criar o Episódio IV – Uma Nova Esperança, o que o levou a optar pela preservação dos direitos autorais de futuros episódios, cedendo para a Fox apenas a distribuição e o patrocínio deles, o que já foi suficiente para encher os cofres deste estúdio. Isto contribuiu para transformá-lo em uma das mais significativas empresas de comunicação do Planeta.

A fatia do merchandising e das franquias, porém, ficou com o criador de Star Wars, que hoje ainda detém a propriedade desta obra, a qual lhe rende atualmente cerca de 13 bilhões de dólares. Esta criação também impulsionou o mercado tecnológico, sendo a responsável pelo aparecimento da computação gráfica e pelo desenvolvimento sem igual do campo dos efeitos visuais e especiais, que não eram até então privilegiados. Foi preciso que George Lucas criasse um empreendimento próprio para atingir seus objetivos, a Industrial Light & Magic.

A trama elaborada por Lucas discorre em torno de uma transformação histórica empreendida em tempos remotos, numa galáxia extremamente longínqua. A República Galáctica dá lugar ao Império Galáctico, que tinha como líder o ex-senador do Planeta Naboo, então intitulado Imperador Palpatine. Esta instituição imperial é mais tarde destruída também.

Os personagens desta série tornaram-se inesquecíveis; Darth Vader é hoje a maior referência em termos de vilão. Nos vários episódios é possível testemunhar sua queda, os passos que ele dá na direção do reino das sombras, o que permite ao público acompanhar seus tormentos morais, sua intensa carga humana.

Os episódios que compõem esta saga são: A Ameaça Fantasma (1999), O Ataque dos Clones (2002), A Vingança dos Sith (2005) e Uma Nova Esperança (1977), todos dirigidos por George Lucas; O Império Contra-Ataca (1980), encenado por Irvin Kershner; e o Retorno do Jedi (1983), que tem a direção de Richard Marquand. Além deste eixo principal, há uma produção independente, Star Wars: The Clone Wars, que descreve o que aconteceu entre os filmes II e III.

George Lucas, com essa criação genial, tem hoje um lucro de pelo menos 1 bilhão de dólares só com a comercialização de produtos como os Legos temáticos, que enfocam episódios de Star Wars. E toda essa febre só tende a crescer, com o advento da produção de novas mercadorias, na esteira da adaptação desta série para a televisão.

Fontes
http://pt.wikipedia.org/wiki/Star_Wars
http://meiobit.pop.com.br/meio-bit/miscelaneas/star-wars-faz-30-anos

Arquivado em: Cinema