Ouro branco

As ligas metálicas são materiais com características de metais formados por dois ou mais elementos químicos, sendo que, pelo menos um deles pertença ao grupo dos metais. Esses materiais apresentam propriedades que os metais puros não possuem, por isso são produzidas artificialmente. Um bom exemplo de liga metálica é o ouro branco, composto por ouro e metais brancos, tais como prata, níquel e paládio.

O ouro branco foi desenvolvido para substituir a platina (Pt), metal de transição de cor branca muito utilizada na fabricação de joias. Isso porque a platina é muito rara na natureza, o que torna seu custo ainda maior do que o do ouro e da prata. Para alcançar uma cor tão clara quanto à da platina, a liga metálica passar por um processo de galvanização comumente conhecido como “banho de ródio”.

Em geral, o ouro branco é composto por 75% de ouro e 25% de prata, níquel ou paládio, porém estes números podem sofrer pequenas variações. A mistura do ouro (24 quilates) com partes iguais de paládio e prata (16,66% de cada, que é igual a 33,32%) dá origem ao ouro branco de 18 quilates.

O ouro branco constituído por níquel é aplicado à produção de joias por fundição, uma vez que esse elemento possui um ponto de fusão mais baixo (1455 °C), o que diminui os custos de produção e torna o manejo mais fácil. Já o ouro branco formado de paládio, também conhecido como ouro branco paladinado, não é indicado ao processo de fundição para fabricação de joias, visto que o ponto de fusão desse metal de transição é mais alto (1544 °C) se comparado ao do níquel.

O ouro branco paladinado é tido como nobre, o que se deve ao custo do paládio (também é um metal raro na natureza) e ao seu maior grau de pureza, propriedades que tornam essa liga metálica ainda mais semelhante à platina. As joias que têm o ouro branco paladinado como matéria prima são produzidas por outros processos (não a fundição) e se destacam por não provocarem dermatites (alergias).

Tendo em vista que o ouro é frequentemente misturado a outros elementos (como ocorre com o ouro branco), é utilizada uma medida de pureza denominada quilate, que serve para indicar o número de partes de ouro contidas na mistura. O quilate corresponde, então, à razão entre a massa de ouro presente na mistura e a massa total da mistura, multiplicada por 24. O ouro branco, por exemplo, é um ouro de 18 quilates, pois sua proporção é de 18 partes de ouro para 24 partes do total, o que corresponde a 75%. O ouro mais puro é o de 24 quilates (100% de ouro).

Referências:
http://pt.scribd.com/doc/63652847/Apresentacao-Ligas-Metalicas
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAekvEAB/ligas-metalicas
http://www.ufrgs.br/museudetopografia/Artigos/O_ouro_e_seus_usos.pdf
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ouro_branco

Arquivado em: Compostos Químicos