Cosplay

O termo Cosplay, proveniente do japonês Kosupure é uma abreviação de costume roleplay. A tradução para o português se refere a fantasiar-se ou disfarça-se de um personagem. Os participantes e adeptos a esta modalidade, são chamados de cosplayers. A ideia principal é interpretar o artista e se vestir como ele, imitando também a maneira de se comportar e seus trejeitos. De certa forma o Cosplay é a homenagem de um fã a seu personagem.

A origem do Cosplay se deu em meados de 1939, com o americano Forrest J. Ackerman, fanático por ficção científica, na Worldcon,conhecida convenção sobre este mesmo tema. Forrest criou uma vestimenta chamada futurecostume, baseada no filme da época Things to Come. A modalidade chega ao Japão nos anos 80, por intermédio de Nobuyuki Takahashi que visitou a feira nos Estados Unidos e se encantou com o Cosplay. Divulgou e incentivou a sua prática em um evento tradicional do seu país, o Comic Markets. A partir deste evento, o Cosplay despontou mundialmente e anualmente, a Worldcom apresenta muitas atrações desta modalidade. Inicialmente, o cosplayer somente se caracterizava de personagens de quadrinhos, porém com a adesão de mais pessoas, a caracterização envolveu séries e filmes, como os famosos, Guerra nas Estrelas e Jornada nas Estrelas.

No Japão, é realizado um evento tradicional denominado World Cosplay Championship, o qual reúne cosplayers do mundo todo e mantém integrado o grupo de personagens de uma mesma série. O Cosplay pode ser realizado individualmente ou também em grupo. Os eventos desta modalidade também abrangem fãs da cultura japonesa, como mangás, livros, filmes, jogos eletrônicos e RPG.

Para muitos o Cosplay pode ser considerado um hobby, para outros um estilo de vida. Os adeptos produzem suas fantasias com o máximo de semelhança ao artista em questão. Pode-se dizer que o Cosplay é algo que aproxima e promove a interação social, pois como participam de eventos específicos, invariavelmente encontrarão outros cosplayers de personagens que são rivais na ficção, porém na vida real, partilham dos mesmos interesses, que é se assemelhar ao máximo do seu herói.

Atualmente, com a grande divulgação do Cosplay, o mercado se desenvolveu e o cosplayer que não quiser confeccionar a sua fantasia com seus próprios materiais, pode adquiri-la nas Cosplay Stores, que são lojas especializadas no desenvolvimento e confecção dos materiais para montagem do personagem, como lentes de contato especiais e outros itens que compõe a fantasia, tornando-a mais real possível.

Fontes:
http://www.cosplaybr.com.br/site/
http://www.cosplay.com/

Arquivado em: Cultura