Ascaridíase

Graduado em Ciências Biológicas (UNIFESO, 2014)

Sempre abrir.

Ascaridíase é uma doença causada por um verme nematoide, vulgarmente conhecido como lombriga, que causa desnutrição e muitas vezes dor intensa. Das verminoses conhecidas é a que tem mais incidência no mundo, chegando a atingir cerca de 1 bilhão de pessoas. As espécies que atacam o homem são a Ascaris lumbricoides e a Ascaris suum, esta última também encontrada em porcos.

Sua incidência está muito relacionada ao baixo desenvolvimento sanitário do lugar. Acredita-se que cerca de 2 mil pessoas chegam ao óbito anualmente por conta de obstruções intestinais ou biliares, em especial crianças de 2 a 10 anos de idade.

Transmissão

A Ascaris suum tem a transmissão através da ingestão de suas larvas, contidas na carne de porco, ou de seus ovos, presentes em fezes contaminadas. Já a Ascaris lumbricoides, que é mais comum, tem a transmissão de humano para humano, pelas ingestão dos ovos desse parasita que estão nas fezes humanas, ou seja, sua transmissão é fecal-oral. É comum a contaminação através da lavagem inadequada dos alimentos, principalmente os agrícolas, que podem ter sido irrigados com água contaminada, bem como consequência da falta de higiene pessoal e do saneamento precário.

Ciclo de vida da Ascaris lumbricoides. Fonte: CDC.

Uma vez feita a ingestão dos ovos, estes eclodem para a forma larval no duodeno (parte inicial do intestino delgado) e invadem a parede do intestino migrando através dos vasos sanguíneos de menor calibre (capilares) para as veias. As larvas podem, então, viajar para os pulmões, coração e fígado. Quando chegam aos capilares alveolares presentes no pulmão, as larvas migram para a orofaringe e, assim, voltam ao tubo digestivo para novamente chegar ao intestino e evoluir para a fase adulta. Na fase adulta ocorre a cópula para a reprodução desses vermes que terão seus ovos liberados pelo indivíduo contaminado através das fezes. Todo esse processo demora em torno de 2 a 3 meses e o verme na fase reprodutiva pode viver por mais de um ano.

Sintomas apresentados

Dentre os sintomas da ascaridíase estão anemia e fraqueza, ambas resultantes da falta de nutrientes, pois estes, que deveriam ser absorvidos pelo intestino, são roubados pelos vermes. A excessiva presença do verme no tubo digestivo obstrui a passagem das fezes e da comida pelo o intestino resultando em intensa dor abdominal, além de enjoos e vômitos.

A obstrução dos ductos biliares ou pancreáticos resultam na inflamação da vesícula biliar chegando a formar cálculos e infecções no fígado. Quando a larva se encontra no pulmão se faz presente a tosse, o barulho ao respirar (sibilo) e a excreção de catarro com sangue (hemoptise). No seu agravamento a parasitose pode levar o indivíduo a morte, em especial crianças que vivem em zonas com baixos índices sociais.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico pode ser dado pelo próprio portador da doença, ao verificar nas suas fezes a presença do verme em sua forma adulta, ou através de um exame de fezes que busca a presença de ovos. Seu tratamento consiste em remédios antiparasitários chamados de anti-helmínticos e em casos mais severos a intervenção cirúrgica ou a endoscopia se fazem necessárias para remover a obstrução intestinal.

Prevenção

A prevenção de verminoses se dá principalmente pelo fornecimento de saneamento básico para a população e pelo incentivo às pessoas a manterem hábitos adequados de higiene, como a lavagem das mãos após o uso do banheiro e antes da manipulação de alimentos. Os vegetais e alimentos que serão consumidos crus devem ser bem lavados com água tratada antes do consumo, a carne de porco deve ser sempre bem cozida, devendo-se manter sempre limpa a superfície utilizada para o preparo dos alimentos.

Referências:

https://www.rededorsaoluiz.com.br/hospital/vivalle/noticias/artigo/ascaridiase-entenda-como-evitar-a-infeccao

https://www.msdmanuals.com/pt/profissional/doen%C3%A7as-infecciosas/nemat%C3%B3deos-vermes-filiformes/ascar%C3%ADase

https://www.medicina.ufmg.br/observaped/ascaridiase/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças