Síndrome de Hoffa

A síndrome de Hoffa, também chamada de síndrome do impacto da gordura patelar, consiste em uma desordem caracterizada pelo desenvolvimento de alterações inflamatórias crônicas, em associação com o encarceiramento da gordura intrapatelar hipertrofia nas articulações fêmoro-tibial e fêmero-patelar. Foi descrita primeiramente no ano de 1904, por Albert Hoffa.

Pode ser desencadeada pela copiosa ocorrência de um trauma agudo ou microtraumas (crônico) na gordura intrapatelar, resultando em hemorragia e edema nessa estrutura. Com o passar do tempo, há a formação de fibrose, levando à hipertrofia dessa gordura e, consequentemente, redução do espaço articular. Além da fibrose, pode haver necrose das células gordurosas e mudança dessas para células de outros tipos de tecido conjuntivo, como cartilagem e ossos.

As principais manifestações clínicas desta síndrome são a dor e a perda ou limitação dos movimentos do joelho acometido.

Alterações ortopédicas do joelho, como, por exemplo, joelho em hiperextensão e instabilidade rotacional, nos casos de joelhos que apresentam certa frouxidão ligamentar, possibilitando maior rotação durante a prática de exercícios físicos, são descritos como sendo as principais causas da síndrome de Hoffa.

Deve ser estabelecido diagnóstico diferencial com outros tipos de lesões que levam a um quadro clínico semelhante.

O tratamento é conservador, incluindo repouso, uso de anti-inflamatórios tópicos ou por via oral e fisioterapia.

Fontes:
http://www.tenisnews.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=48986
http://www.startmove.com.br/fisio/bandagem-funcional-sindrome-de-hoffa
http://es.wikipedia.org/wiki/Enfermedad_de_Hoffa

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Síndromes