Reutilização

Mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais (UFAC, 2015)
Graduada em Ciências Biológicas (UFAC, 2011)

O aumento acelerado da população do planeta aliado ao consumo exagerado de produtos e ao gerenciamento incorreto de resíduos tem contribuído para um grave problema ambiental: a contínua produção de lixo. A reutilização é um dos caminhos que contribui para solucionar esse problema. Reutilizar um produto significa aplicá-lo novamente na mesma função ou em diversas outras possibilidades de uso. Na reutilização, diferente do que ocorre na reciclagem, o material não é reprocessado e transformado em um novo item, mas pode ser incorporado na criação de novos produtos.

Ilustração: Sergii Korolko / Shutterstock.com

Todos os dias vários materiais são considerados inúteis e jogados nos lixos domiciliares, mas existem muitas formas para reutilizar esses produtos. Potes e garrafas de plástico podem ser transformados em vasos para plantas ou utilizados para guardar outros materiais, papéis usados podem ser transformados em blocos de rascunho, garrafas podem ser utilizadas como objetos de decoração, pilhas comuns podem ser substituídas por pilhas recarregáveis, sobras de alimentos podem se transformar em adubo para plantas, móveis velhos podem ser restaurados e consertados.

As atividades do setor da construção civil também são grandes geradoras de resíduos. Mas através de um processo de separação e organização é possível reutilizar vários materiais, entre eles: portas, janelas, pisos, telhas, madeiras de escoramento, fios, embalagens e peças de banheiro. Resíduos de cerâmica, concreto e argamassa podem ser reutilizados para preenchimentos não estruturais. Infelizmente no Brasil poucas empresas da construção civil fazem o correto gerenciamento de resíduos.

No setor industrial os resíduos gerados são muitos e possuem características diversas, sendo possível a reutilização de vários desses resíduos no mesmo ou em outros processos produtivos. A resolução CONAMA nº 313/2002 reúne o conjunto de informações necessárias para que as indústrias realizem o adequado gerenciamento de seus resíduos, sendo a reutilização uma das etapas desse processo. A reutilização contribui para reduzir os custos de produção e aumentar a lucratividade e competitividade das empresas.

Quanto à água, sua reutilização é fundamental, por ser um recurso natural limitado e imprescindível à vida. Nas residências a água do banho pode ser usada para dar descarga em vasos sanitários e a água da lavagem de roupas pode ser aplicada na lavagem de quintais, garagens, calçadas, etc. As águas residuárias industriais, após receberem tratamento adequado, podem ser utilizadas para diversos fins: lavagem de peças, equipamentos e veículos, irrigação de áreas verdes e até mesmo nos processos produtivos. Efluentes adequadamente tratados também podem ser utilizados para fins agrícolas e florestais (irrigação). Todas essas práticas contribuem significativamente para a economia de água.

Ao reutilizar estamos contribuindo para minimizar a retirada de matéria-prima da natureza e reduzir a quantidade de água e energia necessária à fabricação de novos bens de consumo. Além disso, essa prática reduz o volume de resíduos e do lixo depositados no meio ambiente, contribuindo para a preservação ambiental e para a melhoria na qualidade de vida da população. Portanto, sempre que possível, reutilize.

Referências:

CONAMA, Resolução nº 313, de 29 de Outubro de 2002, do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA; “Dispõe sobre o Inventário Nacional de Resíduos Sólidos Industriais”; publicada no Diário Oficial da União em 22/11/2002; Brasília, DF.

Goncalves-Dias, S. L. F. Há vida após a morte: um (re)pensar estratégico para o fim da vida das embalagens. Gestão e Produção. São Carlos, v. 13, n. 3, 2006.