Indústria pesada

Indústria pesada é a que trabalha com atividades de extração e transformação de matéria-prima. Atua dentro de um conjunto de ações no sentido da conversão primária de recursos naturais. É conhecida também como indústria de base. O termo "pesada" alude aos itens fabricados por esse tipo de indústria, como navios, petróleo, carvão e ferro.

A indústria pesada produz os insumos que são utilizados por companhias de todos os segmentos. Por fabricar os materiais utilizados no início do processo de manufatura, é considerada dentro da cadeia produtiva industrial como integrante da primeira etapa de produção. Neste aspecto, a indústria pesada diferencia-se da indústria leve, pertencente ao segmento secundário.

As indústrias pesadas podem ser classificadas pelo tipo de serviço que prestam à sociedade:

  • Química: atua no desenvolvimento e processamento de substâncias químicas através de técnicas específicas.
  • Siderúrgica: responsável pela transformação de minerais e metais para a criação de ligas.
  • Extrativa: por meio da extração de matéria-prima diretamente do subsolo, obtém materiais como combustíveis fósseis ou metais preciosos.
  • De cimento: produzem misturas a partir de minerais e sedimentos.

O estaleiro é um exemplo de indústria pesada. Foto: Juozas Baltiejus / Shutterstock.com

O que configura uma indústria pesada?

A indústria de base contempla atividades que dão o alicerce para o desenvolvimento de empresas de outros segmentos. Possui funções centrais na economia mundial e a partir dela teve início o avanço da tecnologia.

Entre outros aspectos, as indústrias pesadas apresentam mão de obra especializada e alto grau de mecanização. Por ser uma indústria que atua por meio do processamento de matéria-prima, acaba sobremaneira deixando sua marca no meio ambiente. Devido a isso, existem muitas críticas em relação ao seu funcionamento. De acordo com alguns especialistas, a economia real humana só existe porque entram energia, matéria e saem resíduos. Ou seja, a atividade econômica está intrinsecamente ligada ao aproveitamento dos recursos naturais como minérios, petróleo e gás. Resta às empresas decidirem as melhores práticas dentro deste aspecto.

Atividades específicas da indústria pesada são: liquefação, secagem supercrítica, lavagem, congelamento e fundição. Por meio destes processos ocorre a separação da matéria-prima em relação ao meio que a envolve, que pode ser feita através de procedimentos químicos ou físicos para gerar substâncias que possam ser utilizadas por indústrias dos setores secundários, entre outros.

Exemplos de indústria de base

  • Indústria de mineração: são responsáveis por capturar e transportar recursos com conteúdos úteis para a produção, como níquel, prata e ouro. Também atuam com carvão mineral, gás natural e petróleo, que são hidrocarbonetos.
  • Companhias siderúrgicas: atuam na fundição de metais pesados e suas ligas no intuito de produzir formas úteis como aço e ferro para utilização em outras indústrias.
  • Empresas de cimento: atuam por meio de atividades como moer cal, entre outros materiais, para abastecerem o segmento de construção civil.
  • Indústrias madeireiras: cortam árvores para obtenção de madeira preciosa. Após o processamento, são fundamentais para indústrias de móveis, entre outras.
  • Companhias petroquímicas: nas quais o petróleo é refinado e depois passa por processos químicos no objetivo de obter derivados como gasolina, materiais sintéticos de poliamida e plásticos.

Indústria pesada no mundo

As nações mais industrializadas do mundo possuem indústrias pesadas. Alemanha, Rússia, China, Japão, Reino Unido, França e Estados Unidos são as que apresentam grande desenvolvimento neste setor. Apesar disso, países subdesenvolvidos e que dependem basicamente da exportação de matéria-prima também investem em indústrias pesadas no intuito de aumentar seu índice de substâncias naturais no mercado internacional. Chile, Peru, Venezuela e Brasil são algumas destas nações.

A indústria leve apresenta diferenças em relação à básica ou pesada por concentrar seus esforços na produção ou manufatura de objetos simples para consumo direto. São materiais entregues ao consumidor final e a maior parte destas companhias, dentro da cadeia produtiva, forma o setor secundário.

Arquivado em: Economia, Indústria