Neodímio

O neodímio é um elemento de transição interna localizado na família dos lantanídeos, é um metal que possui propriedades semelhantes a do praseodímio, com o qual ele é comumente encontrado e até mesmo foi confundido no passado em virtude de estarem presentes junto no didimio, que é um mineral encontrado na bastinazita e monazita. Minerais estes que são responsáveis não somente pela presença de neodímio e praseodímio, mas da maior parte dos lantanídeos. É um metal branco prateado levemente acinzentado, é maleável e dúctil além de resistente a ação de agentes químicos quando este esta presente em ligas metálicas.

A descoberta do neodímio foi iniciada com Monsander quando este extraiu o didímio da lantania. Porém Cleve após suas pesquisas constatou que na verdade o didimio se tratava de 2 elementos neodímio e praseodímio, e somente no ano de 1885 o químico austríaco Weslbach, após observar que os sais dos dois elementos apresentavam cores diferentes descobriu o praseodímio e evidentemente o neodímio. O nome do elemento é originado das palavras gregas “neos” que significa novo e “dimyos” que significa gêmeos em função de apresentar características próximas a do neodímio e estarem juntos em um mesmo minério.

  • Símbolo Químico: Nd
  • Número Atômico: 60
  • Massa Atômica: 144,2 u
  • Nox : Nd+3
  • Configuração eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d104p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f4
  • Ponto de Fusão: 1010,2ºC
  • Ponto de Ebulição: 3027 ºC

O neodímio é um metal relativamente reativo, deve ser guardado em recipiente fechado em virtude de reagir com o oxigênio vigorosamente. Logo que exposto ao ar reage com o oxigênio formando óxido de neodímio, reage com ácidos HCl, HNO3 e H2SO4 diluídos vigorosa e exotermicamente, com liberação de hidrogênio, não apresenta reação com soluções alcalinas a temperatura ambiente, é tóxico quando em local fechado reage com compostos presentes no ar formando gases e vapores venenosos. O neodímio pode ser obtido através de vários processos, porém o mais utilizado é a redução através do fluoreto de cálcio, e a extração por solventes. A reação de redução é a seguinte:

Alguns dos usos mais importantes do neodímio são:

  • Na indústria de equipamento cinematográfico como componente de luzes e refletores para iluminação;
  • Componente de ligas metálicas juntamente com magnésio pra proporcionar maior resistência, consequentemente essas ligas são utilizadas na fabricação de motores de aviões e na indústria aeroespacial;
  • Na fabricação de lasers de para corte preciso e na fabricação de lentes usadas na astronomia para obtenção de bandas nítidas;
  • Como pigmento capaz de conferir coloração amarelada na fabricação de vidros, cerâmica e tintas esmalte sob o nome de amarelo de praseodímio;
  • O Nd2O3 é utilizado como componente refratário, apresentando maior resistência térmica em relação aos outros lantanídeos. Na forma de didimio, que nada mais é do que uma mistura de praseodímio e neodímio, sendo usada na fabricação de lentes especiais para soldagem em virtude de absorver a luz Na composição do “mischmetal” utilizado na fabricação de pedras de isqueiro, contendo cerca de 6 a 10% do metal.

Bibliografia:
http://periodic.lanl.gov/60.shtml
http://images-of-elements.com/neodymium.php
http://www.vcs.ethz.ch/chemglobe/ptoe/
http://www.iupac.org/reports/periodic_table

Arquivado em: Elementos Químicos