Flebotomia

A flebotomia consiste em uma incisão realizada na veia, que apresenta diversos objetivos distintos.

Flebotomia. Foto: mikeledray / Shutterstock.com

Flebotomia. Foto: mikeledray / Shutterstock.com

No Brasil, o termo flebotomia é utilizado para definir duas práticas médicas distintas. São elas:

  • Procedimento cirúrgico no qual é inserido um cateter em algum vaso sanguíneo;
  • Sangria, uma antiga prática médica.

Já nos Estados Unidos, o termo flebotomia é utilizado para qualquer procedimento de punção venosa, seja tanto para a coleta de sangue para a realização de exames, quanto para a retirada do mesmo.

Punção Venosa

Trata-se de um procedimento cirúrgico, no qual é inserido um cateter em uma veia periférica, que pode ser tanto para a administração de medicamentos em pacientes de difícil acesso venoso, ou para a colocação de um cateter até o coração, com objetivo de monitorar a pressão venosa central em pacientes que apresentam quadros graves.

Sangria

Este método consiste na remoção de sangue do corpo de um paciente através de um sistema estéril composto por agulha, equipo e bolsa de coleta, lembrando o procedimento de doação de sangue. Realiza-se a sangria objetivando, especialmente, diminuir os estoques corpóreos de ferro, elevados em pacientes com hemocromatose ou para baixar o número de hemácias em pacientes portadores de policitemia vera.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Flebotomia
http://www.who.int/injection_safety/Phlebotomy-portuges_web.pdf

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Exames Médicos