Questões da prova UFSC 2018/2

Selecionamos as questões mais relevantes da prova de vestibular UFSC 2018/2. Confira!
* Obs.: a ordem e número das questões aqui não são iguais às da prova original.

Questão 51:

Considerando as informações contidas na imagem e o quadro físico e socioeconômico brasileiro, é correto afirmar que:


Questão 52:

A paisagem original de Santa Catarina alterou-se substancialmente desde a chegada dos vicentistas. A diferenciação de gênese entre as diferentes regiões do estado é fruto de uma rica diversidade natural e humana. Sobre Santa Catarina, é correto afirmar que:


Questão 53:

Sobre o tema meio ambiente, é correto afirmar que:


Questão 54:

Embora as primeiras fábricas da Rússia tenham sido criadas no final do século XIX, ainda na época do império czarista, seu processo de industrialização só se acelerou após a Revolução de 1917, que deu origem à União Soviética.

MOREIRA, João Carlos. Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2010, p. 378.

Sobre a Rússia/União Soviética, é correto afirmar que:


Questão 55:

No livro VII da obra A República, empregando a alegoria da caverna, Platão apresenta a diferença entre opinião (falso conhecimento) e ciência (verdadeiro conhecimento). Conforme essa alegoria, é correto afirmar que:


Questão 56:

Na obra Meditações Metafísicas, Descartes apresenta a dúvida metódica. Sobre esse tema, é correto afirmar que Descartes:


Questão 57:

Para o senso comum, o termo cultura muitas vezes assume o significado de educação. Nas ciências sociais, ao contrário, o conceito de cultura é utilizado para tratar de diferentes aspectos da inserção social do indivíduo em diferentes meios sociais. De acordo com esse conceito de cultura, é correto afirmar que:


Questão 58:

Quanto à questão que originou esse trabalho (Da divisão do trabalho social), é a das relações entre a personalidade individual e a solidariedade social. Como é que, ao mesmo passo que se torna mais autônomo, o indivíduo depende mais intimamente da sociedade? Como pode ser, ao mesmo tempo, mais pessoal e mais solidário? [...] esses dois movimentos, por mais contraditórios que pareçam, seguem-se paralelamente [...] Pareceu-nos que o que resolvia essa aparente antinomia é uma transformação da solidariedade social, devida ao desenvolvimento cada vez mais considerável da divisão do trabalho. Eis como fomos levados a fazer desta última o objeto de nosso estudo.

DURKHEIM, Émile. Da divisão do trabalho social, 1999 [1893], p. XLVI.

Antes de tudo, o trabalho é um processo de que participa o homem e a natureza, processo em que o ser humano, com sua própria ação, impulsiona, regula e controla seu intercâmbio material com a natureza [...] põe em movimento as forças naturais de seu corpo – braços e pernas, cabeça e mãos –, a fim de apropriar-se dos recursos da natureza, imprimindo-lhes forma útil à vida humana. Atuando assim sobre a natureza externa e modificando-a, ao mesmo tempo modifica sua própria natureza.

MARX, Karl. O capital, livro I, 2001 [1867], p. 211.

Considerando a questão do trabalho de acordo com os autores clássicos da sociologia acima referidos, é correto afirmar que:


Questão 59:

Sobre o Iluminismo, é correto afirmar que:


Questão 60:

Em relação ao mundo do trabalho e ao processo de globalização, é correto afirmar que:


Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8