Potência de Áudio

O som é uma onda mecânica longitudinal. Por onda mecânica entendemos que ele é produzido a partir do movimento de algum meio material, como o ar, a água, a terra, o aço, etc. As ondas têm a interessante característica de transportar energia sem transportar matéria. Pense em um barco no meio de um lago tranquilo, sem correnteza: as ondas produzem apenas o movimento de sobe-desce no barco, sem com isso arrastá-lo.

Energia e Potência

A energia de uma onda igual é a energia cinética do meio material que se movimenta para transmiti-la. Já a potência é a quantidade de energia transferida por unidade de tempo, ou seja:

P = \frac{E}{\Delta t}

Onde E é a Energia em Watts (W);

Δt é a variação de tempo em segundos (s).

Intensidade

Uma medida um pouco mais intuitiva é a intensidade. Quando dizemos que a música tocando na casa do vizinho está “alta” ou pedimos para o DJ “aumentar” o som da festa na verdade estamos nos referindo a intensidade de áudio. Outra característica importantes é a frequência, medida em Hertz. A frequência está relacionada com as notas musicais: quanto mais alta a nota, maior a frequência e mais aguda a música, quanto mais baixa a nota, menor a frequência e mais grave a música. Por isso não podemos confundir altura com intensidade.

A intensidade (I) das ondas sonoras que atravessam uma seção de área A pode ser calculada com a equação:

I = \frac{E}{A \Delta t}

Onde E é a Energia em Watts (W);

A é área em metros quadrados (m²);

Δt é a variação de tempo.

A intensidade é medida é medida em W/m².

Logo, a partir das duas equações temos que:

P = I \cdot A

Onde P é a potência de áudio, em Watts (W);

I é a intensidade em W/m²;

A é a Área em m².

A menor intensidade que um ser humano consegue ouvir é 10-12 W/m². Ao se afastar da fonte sonora, a intensidade (ou nível sonoro) é reduzida logaritmicamente, dessa forma também podemos calcular o nível sonoro (B) através da equação:

B = log \left(\frac{I}{I_0}\right)

Onde B é a intensidade sonora em Bels (B). Para a maioria dos valores encontrados em nosso dia a dia, 1 Bel é um valor muito alto. Então a unidade mais utilizada é o decibel (dB) onde 1B = 10dB.

Potência RMS

Em sistemas eletrônicos de áudio, é comum utilizar como medida a potência RMS. Esta potência é calculada com base na tensão e corrente que atravessam a carga, resultando em um valor médio, visto que o som é produzido correntes com grande variação. Este cálculo pode ser realizado através de:

P = VRMS . IRMS

Onde P é a potência média RMS;

V é a tensão média RMS;

I é a corrente média RMS.

Potência PMPO

A maioria dos equipamentos de áudio encontrados no varejo apresentam a potência PMPO (Peak Music Power Output ). Esta medida leva em conta valores máximos instantâneos de potência, que nem sempre são medidas confiáveis para comparar diferentes equipamentos, mas tem a clara vantagem comercial de alcançarem valores numericamente maiores.

Fontes:
Luiz, Adir Moysés. Coleção Física 2 Gravitação, Ondas e Termodinâmica.
http://www.sofisica.com.br/conteudos/Ondulatoria/Acustica/intensidade.php

Arquivado em: Ondulatória