Primeira lei de Soddy

A primeira lei de Soddy (ou primeira lei da radiatividade natural) tem base de aplicação nas partículas alfa, que são partículas emitidas por um núcleo instável e muito grande, estas partículas são a de menor força de penetração dos três tipos de partículas radioativas expelidas por um núcleo instável.

As partículas alfa são compostas por dois prótons e dois nêutrons.

Esta partícula tem carga positiva dois mais e massa atômicas igual a quatro. Este fato explica como em determinadas experiências as partículas alfas foram desviadas minimamente para o lado da placa carregada eletricamente negativa e o seu desvio foi mínimo devido a sua massa.

A 1º Lei de Soddy explica o comportamento desta partícula em relação ao núcleo do qual foi expelida.

Quanto à partícula alfa se desliga do núcleo pai este diminui duas unidades do seu numero atômico e sua massa diminui quatros vezes, isto a cada partícula liberada.

Isto se dá pelo fato que a partícula alfa possui dois prótons o que deixa o núcleo pai com dois prótons a menos por isso sua diminuição de carga positiva. E a partícula alfa possui alem dos dois prótons dois nêutrons, o que faz com que a massa seja diminuída quatro vezes, pois é o numero de prótons e nêutrons existentes na partícula.

α = símbolo dado as partículas de prótons e nêutrons (alfa).

Em resumo a 1º Lei de Soddy é a que quando uma partícula alfa se solta de seu núcleo pai este diminui quatro unidades do numero da massa (peso) e duas unidades do seu numero atômico (carga elétrica)