Economia da Ásia

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

A Ásia é o maior continente do mundo e abriga a maior parte da população mundial, com grandes disparidades econômicas e culturais. Neste artigo, utilizaremos o aspecto geográfico como fator de regionalização, dividindo em seis regiões.

Os países do Oriente Médio têm na exploração de petróleo sua principal fonte de riqueza, detendo 60% das reservas mundiais dessa fonte energética. Muitos países fazem parte do bloco econômico chamado Organização dos Países Exportadores de Petróleo, OPEP, que regula o preço do petróleo no mundo. Estes países possuem poucas indústrias que não estejam ligadas a essa atividade. A população que não faz parte da extração é absorvida pela agropecuária, que utiliza pouca tecnologia, ou pela pequena indústria têxtil e alimentícia. Israel é a única exceção a esse cenário, já que possui uma economia industrial diversificada e de alta tecnologia, o mesmo acontece com a agricultura israelita, apesar das dificuldades impostas pelo clima e pela pequena disponibilidade de recursos naturais. O turismo é outra atividade rentável para os países do oriente médio.

A região do sul da Ásia está entre uma das mais pobres no mundo, e sua economia depende basicamente do setor primário – ou seja, agricultura e extração de matérias primas – principalmente chá, algodão, trigo, juta, arroz, tabaco, milho e cana-de-açúcar, em regime de monocultivos de exportação. Há exceções a esse cenário, como Bangladesh, que é um dos maiores exportadores de produto têxtil no mundo. Devido à mão de obra barata, muitas empresas estrangeiras produzem suas roupas neste país. A Índia é outra exceção, com uma população de 1,3 bilhão de pessoas e um grande investimento em educação, transformou-se no segundo maior exportador de softwares no mundo, atrás apenas dos EUA.

O norte da Ásia é composto pela Rússia e pela Mongólia. A opção pela indústria de base em detrimento da de bens e serviços na antiga URSS, fez com que a indústria russa hoje sofra para se adaptar à economia de mercado. As reformas neoliberais desmontaram a economia russa, mergulhando assim a Rússia numa grande recessão. A Rússia tem na exportação de petróleo e gás natural sua principal fonte de receita nos dias de hoje. A Mongólia é um país com grandes dificuldades econômicas, sofrendo para se adaptar à economia de mercado, e tem no setor primário sua principal fonte de riqueza, principalmente a atividade pastoril e exploração de ouro, cobre e urânio.

O extremo oriente é a região mais rica da Ásia, possuindo duas grandes potências econômicas, a China e o Japão, segunda e terceira maiores economias mundiais. As economias na região se caracterizam por produtos industrializados de alta tecnologia (Japão e Coreia do Sul) e produtos de baixo valor agregado (China). O grande trunfo da China é seu grande contingente populacional, que gera um grande mercado interno e oferta de mão de obra.

A economia da Ásia central está ligada ao setor primário da economia, com a agropecuária ocupando um espaço importante. Os principais produtos agrícolas são o algodão e frutas, que necessitam de um sistema de irrigação para manter sua produtividade. Na agropecuária podemos observar uma grande importância dos rebanhos caprinos e ovinos. O setor de extração mineral possui importância principalmente pela extração de petróleo, gás mineral, carvão mineral e minério de ferro. Existem ainda algumas indústrias de beneficiamento desses minerais, mas sem muita expressão.

O sudeste asiático tem uma economia voltada para o setor primário, com grande produção de arroz e borracha (Tailândia, Indonésia e Malásia), além de petróleo (Indonésia). A atividade industrial é significativa em Cingapura – com um dos portos mais movimentados do mundo – e Malásia, países com reconhecido crescimento econômico e importância no comercio mundial.

Fontes:
http://paiseseviagens.com/asia/india/resumo-geral-sobre-economia-da-india.htm
http://asia-central9b.blogspot.com.br/2011/09/economia_24.html
http://sudesteasiatico9bcodap.blogspot.com.br/2011/09/economia.html
http://aprendizesgeograficos.blogspot.com.br/2014/06/economia-e-sociedade-do-extremo-oriente.html
http://reporterbrasil.org.br/2013/05/tragedia-em-bangladesh-simboliza-despotismo-do-lucro/
http://www.geografiaopinativa.com.br/2013/07/economia-da-asia.html
http://f1colombo-geografando.blogspot.com.br/2012/04/economia-asiatica.html

Arquivado em: Ásia