Movimentos populacionais

Graduado em Geografia (Centro Universitário Fundação Santo André, 2014)

Os movimentos populacionais também podem ser chamados de migrações e são aqueles que envolvem qualquer forma de mudança de um grupo social de seu local de origem para outro. Geralmente essas mudanças ocorrem em busca de uma melhor condição de vida, tanto no sentido econômico quanto em questões políticas, militares, religiosas, entre outras.

Essas migrações ocorrem devido alguma necessidade de um grupo social, uma família, indivíduos de uma mesma cultura, nacionalidade, entre outros fatores que os agrupam, que saem de seu local de origem, ou até mesmo um ambiente em que viviam a uma certa quantidade de tempo e se mudam em busca de condições melhores para viver, sejam elas uma renda financeira mais alta, um ambiente mais livre para viver, ou até mesmo a busca por sobrevivência devido algum preconceito étnico ou político que esses grupos possam estar sofrendo, desastres naturais, refúgios de guerras e conflitos armados, entre outros motivos.

Milhares de refugiados da Síria emigraram para a Europa em razão da guerra iniciada em 2011. Foto: Janossy Gergely / Shutterstock.com

Esses movimentos ou migrações podem ocorrer de maneira externa quando ela ocorre com a saída desse indivíduo ou grupo de um país para outro, ou também pode ocorrer a chamada migração interna, quando acontece alguma mudança dentro de um mesmo país, mesmo estado, mesmo espaço.

Ao se tratar do termo migração externa existe uma variação importante sobre ele que são as expressões “Emigração” e “Imigração”, que se referem a formas específicas de mudanças, onde Emigração se trata da saída de uma pessoa ou um grupo de seu país de origem, ou seja, dentro daquele país eles são chamados de emigrantes. Já o termo Imigração se refere a chegada de uma pessoa ou um grupo de nacionalidade diferente em um país, ou seja, quando eles saem de seu país de origem e chegam em outro, nesse novo país são considerados imigrantes.

Migrações internas podem estar relacionadas aos seguinte termos:

  • Migração rural-rural: Essa ocorre quando há uma mudança dentro de áreas de campo, ou seja, o deslocamento ocorre de uma área rural para outra semelhante, geralmente essa forma de migração dá-se quando os trabalhadores rurais se deslocam em busca de colheitas que acontecem em locais diferentes e épocas diferentes do ano, causando essas alternâncias de moradias, ela também pode ser chamada de migração transumância ou sazonal;
  • Migração intra-urbana: É a mudança dentro de áreas urbanizadas, ou seja, mudanças de uma cidade para outra, dentro do mesmo estado ou para outro, porém dentro de espaços urbanizados, nas cidades;
  • Êxodo rural: É o movimento ocorrido pela mudança do campo para a cidade, isto é, quando a população de uma área rural se desloca para uma área urbana, podendo ser motivas dos por diversos fatores, tendo a mecanização do campo como principal fator;
  • Êxodo urbano: Acontece de maneira oposta ao êxodo rural, é quando há saída da cidade para o campo, assim dizendo, é uma partida da área urbana em direção a área rural;
  • Migração de retorno: Essa se sucede com a volta ao lugar de origem que a pessoa ou o grupo inicialmente se deslocou, assim sendo, ocorre quando houve saída do lugar de origem, e após algum tempo, podendo ser anos, há o retorno para a região em que saiu inicialmente;
  • Migração pendular: Ocorre de forma diferente das demais, não é uma migração para mudança de moradia, mas geralmente motivada pelo trabalho, onde se sai de um lugar inicial, como o município onde se vive para passar todo o dia em outro município trabalhando, tendo seu retorno para casa ao final do dia, assim sendo, um movimento de “vai e vem” como um pêndulo, o que gera o nome desse processo migratório.

Arquivado em: Geografia