ONU no Brasil

Mestra em Geografia (Unicamp, 2017)
Bacharela em Geografia (USP, 2014)
Licenciada em Geografia (UEL, 2009)

A ONU no Brasil corresponde às agências e organismos pertencentes ao Sistema ONU que mantêm projetos em andamento no país. Para gerenciar o trabalho dessas agências e organismos, a ONU possui representação fixa no Brasil desde 1947.

Desde então, são acompanhados trabalhos de cunho social em andamento no país, como o combate à fome, à miséria, à exploração sexual infantil, a escravidão etc., bem como o trabalho de instituições financeiras ligadas à ONU, como o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o Banco Mundial e a atuação política de agências de desenvolvimento, como a CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e o Caribe.

Agências da ONU presentes no Brasil

Entre as agências que realizam trabalho no país estão:

  • ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados);
  • FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura);
  • OIT (Organização Internacional do Trabalho);
  • ONU Mulheres;
  • PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento);
  • CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e o Caribe);
  • FIDA (Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola);
  • FMI (Fundo Monetário Internacional);
  • OIM (Organização Internacional para as Migrações);
  • OMPI (Organização Mundial da Propriedade Intelectual);
  • ONU Meio Ambiente (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente);
  • ONU-HABITAT (Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos);
  • OPAS/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde);
  • PMA (Centro de Excelência contra Fome do Programa Mundial de Alimentos);
  • UIT (União Internacional de Telecomunicações);
  • UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids);
  • UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura);
  • UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas);
  • UNIC Rio (Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil);
  • UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância);
  • UNIDO (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial);
  • UNISDR (Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres);
  • UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime);
  • UNOPS (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos);
  • Banco Mundial.

Apesar de atuarem de forma autônoma, o trabalho das agências é pautado por um plano de ação denominado UNSDPF (United Nations Sustainable Development Partnership Framework, em português, Parceria das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável). Esse plano de ação é elaborado a partir de um diagnóstico prévio da situação e dos problemas enfrentados pelo país e propõe ações estratégicas que orientam como será a atuação da ONU no país. Dessa forma, as organizações atuam em diferentes campos, mas de forma articulada entre si.

Estrutura da ONU no Brasil

Na imagem vemos a escultura “Os Candangos”, de Bruno Giorgi, localizada no centro da Praça dos Três Poderes em Brasília. A maioria das agências da ONU no Brasil tem suas sedes na capital federal e atuam em sistema de cooperação com o Estado brasileiro. Foto: Bernard Barroso / Shutterstock.com

Os representantes das agências do sistema ONU em atuação no Brasil respondem diretamente ao Coordenador da ONU residente no país. Geralmente, o posto de Coordenador Residente é ocupado pelo Representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no país.

O grupo de representantes das agências da ONU no Brasil e o Coordenador Residente integram o UNTC (United Nations Country Team), que corresponde à equipe de país da Organização das Nações Unidas, ou seja, uma equipe responsável por representar a organização regionalmente.

Além dos dirigentes, a ONU no Brasil conta com um corpo técnico formado por cerca de 1100 profissionais atuando em suas agências, sendo 138 estrangeiros. A maior parte dos escritórios das agências da ONU localizam-se em Brasília, entretanto, algumas agências possuem sua sede no Rio de Janeiro e em Salvador.

Arquivado em: Geografia