Relevo do Espírito Santo

Graduado em Geografia (UNESP, 2012)
Mestre em Geografia (UNESP, 2016)

O Estado de Espírito Santo pertence a região sudeste, junto com Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Espírito Santo é o quinto menor estado do Brasil com 46 milhões de km² de superfície terrestre. Na região sudeste, é o segundo menor estado, ganhando apenas do Rio de Janeiro.

O relevo de Espírito Santo apresenta três formações naturais: planície costeira, região serrana e o tabuleiro costeiro.

A planície é área baixa e representa 40% do Estado de Espírito Santo. A altitude nessa área não ultrapassa 15 metros. Os municípios sob a planície costeira são as cidades litorâneas como exemplo de Vila Velha e de Vitória.

A região serrana é localizada no interior do Estado de Espírito Santo chegando aos limites entre o Rio de Janeiro e Minas Gerais, cuja região apresenta altas altitudes com a Serra do Caparaó. Nessa área é encontrado o Pico da Bandeira com 2.980 metros de altura, considerado o maior pico do Estado de Espírito Santo e o terceiro mais alto do Brasil. Além do Pico da Bandeira, outros dois picos são conhecidos, como Pico do Calçado (2.790m) e o Pico do Forno Grande (2.070m). Porém a altimetria na região é totalmente desigual, apresentando altas variações com uma média entre 300 a 1000 metros de altitude.

O tabuleiro costeiro é formado por sedimentos continentais da formação de barreiras e é ­­localizando entre a planície costeira e a região serrana. A altitude dessa área é baixa tendo entre 16 a 45 metros.

Leia também:

Fontes de pesquisa:

Site oficial do governo de Espírito Santo. http://www.es.gov.br/Home/default.aspx

Projeto Radam (1987)

Arquivado em: Espírito Santo