Areia movediça

Licenciada em Geografia (UFG, 2003)

Areia movediça e os filmes

O fenômeno da areia movediça, bastante popular nas cenas de filmes, é na verdade uma condição específica do solo arenoso, saturado de água. Em diversas obras cinematográficas, a ocorrência de pessoas que ficam presas em areia movediça, faz pensar se esse fenômeno realmente existe e se a forma como os objetos e pessoas são “sugados” pelo solo, acontece mesmo da forma apresentada nas telas.

Como ocorre a areia movediça?

Para que aconteça a areia movediça, conhecida pelo nome em inglês quicksand, é necessário que ocorram condições bastante específicas. Vejamos:

  • É preciso primeiramente que que exista um solo arenoso encharcado de água onde os grãos fiquem suspensos nos poros do solo saturado em meio aquoso.
  • Para que essa condição ocorra é preciso que as areias sejam fofas, assim permitindo que a água possa penetrar nos espaços entre um grão e outro de areia.
  • Sabemos que um solo fica encharcado de água, por alguma situação específica como um alagamento, um grande volume de chuvas, uma maré alta ou até um maremoto.
  • Pode ocorrer de a água saturar esse solo (tanto arenoso, quanto argiloso) mas, sabe-se que com o decorrer de algum tempo, os grãos de areia ou argila, que são mais densos que a água, acabam por decantar. Ou seja, a água mais leve acaba ficando na parte superior e os grãos de solo, mais pesados, ficam depositados na parte de baixo.

Então como é que os grãos de areia permanecem em suspensão na areia movediça?

Para que se verifiquem as condições necessárias para que haja a areia movediça, é preciso que haja algum tipo de vibração mecânica, no solo saturado de água. É esta movimentação contínua da areia encharcada é que garante que os grãos de areia permaneçam em suspensão, apenas separados por uma fina película de água entre eles. Essa vibração pode ter origem em:

  • Uma fonte de água ascendente, como uma mina d’água subterrânea, jorrando água em um fluxo contínuo.
  • Um tremor de terras que cause a vibração do solo.
  • Um tsunami que modifique o fluxo de águas subterrâneas ou superficiais.
  • Grandes movimentações de manadas de animais.

Placa de aviso de areia movediça em praia na Holanda. Foto: TasfotoNL / iStock.com

Condição rara

O conjunto de condições indispensáveis para que ocorra a areia movediça, ao contrário do apresentado em centenas de filmes, faz com que episódios desse fenômeno sejam raros. É preciso que haja uma relação específica entre a intensidade do fluxo de água, o diâmetro, densidade e peso dos grãos. É requisito para o fenômeno que haja uma específica proporção de água em relação aos grãos de areia e o fluxo em relação as características físicas dos grãos de areia.

A areia movediça não é específica de nenhuma região em especial. Pode surgir, em qualquer lugar do globo. No entanto, em locais que passaram por terremotos e tsunamis, é comum ocorrer uma ascensão do lençol freático, que cria as características específicas para a ocorrência da areia movediça. Também é possível encontrá-la em regiões de pântanos e próxima de nascentes de água natural.

Problemas causados pela areia movediça

A areia movediça pode se constituir em um grande problema caso ela ocorra em um local onde pretenda realizar alguma obra de engenharia, como construção de prédios, estradas, portos e fundação de vigas em geral. A solução mais comum é o desvio da fonte de água e a drenagem do solo.

As atividades de agricultura e especialmente a pecuária ficam impossibilitadas de ser realizadas nos solos de areia movediça. Em especial, a criação de animais, corre perigo de perda de gado que tenha ficado preso no solo instável, sem ser resgatado.

Pessoas presas na areia movediça?

Como descobrimos nesse texto, é preciso que a areia encharcada tenha um tipo de vibração mecânica para que mantenha os grãos de areia em suspensão. Se alguém por acaso pisar na areia movediça e continuar se movimentando, se mexendo, vai provocar ainda mais vibração no solo, o que vai liquefazer ainda mais areia movediça e possivelmente esta pessoa vai afundar um pouco.

O ideal na situação é permanecer tranquilo e o mais estático possível. No entanto, a densidade do solo movediço é sempre superior a densidade do corpo humano, então se o indivíduo preso não ficar fazendo movimentos contínuos e descendentes, não há risco de ser totalmente sugado pela areia movediça.

A ocorrência de animais completamente puxados pela areia movediça, no entanto pode ocorrer, a depender do seu tamanho e peso. Uma vez que o animal se desespere e movimente-se muito na intenção de se libertar, ele poderá sim ficar submerso no solo. Outra situação que pode acontecer, é mesmo que o animal não fique totalmente imerso, caso não apareça algum humano para libertá-lo, ele morra de fome, sede ou vire refeição de outro animal que se aproveitará de sua condição.

Fontes:

https://www.sciencemag.org/news/2005/09/diving-deep-quicksand

https://theconstructor.org/geotechnical/quick-sand-condition/3455/

https://pt.slideshare.net/EngrKhalildawar/quick-sand-condation

Decifrando a Terra, 2009. APA. Teixeira, W., Fairchild, T. R., Toledo, M. C. M. de, & Taioli, F. São Paulo: Companhia Editora

Arquivado em: Geologia